Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Roberto Carlos quer jogar até os 42, comer caviar e falar russo

Lateral disse que ainda consegue correr até oito quilômetros por partida, mas descartou voltar à seleção

EFE |

O lateral Roberto Carlos, recém-contratado pelo modesto clube russo FC Anzhi Makhachkala, afirmou nesta segunda-feira que quer comer caviar negro, aprender russo e jogar até os 42 anos de idade durante sua nova empreitada no futebol estrangeiro.

"Não posso adivinhar o futuro, mas espero jogar até os 40, 42 anos", disse o jogador ao jornal russo "Sport Express". "Certamente, seguirei subindo ao ataque. Ainda posso correr sete ou oito quilômetros por partida", declarou o lateral, que já está concentrado com seus novos companheiros em Ancara, na Turquia.

O ex-jogador do Corinthians insistiu que o dinheiro não foi o fator decisivo para retornar à Europa. "O dinheiro é um estímulo, mas não é o único. Para mim, o importante é participar de um projeto interessante e ambicioso. O Anzhi é um novo desafio", afirmou.

Roberto Carlos descartou um possível retorno à seleção brasileira: "A seleção precisa de jogadores mais jovens", disse o lateral, campeão do mundo em 2002.

Roberto Carlos falou também que adora o caviar negro e se mostrou disposto a aprender a língua russa. "Acho que um jogador deve ser capaz de se expressar no idioma falado na equipe. Mais ainda quando a Rússia tem uma tradição cultural tão rica", declarou.

Ex-companheiro de Ronaldo na seleção brasileira, no Real Madrid e no Corinthians, Roberto Carlos também falou sobre a aposentadoria de "Fenômeno": "Respeito sua decisão. Ele acha que seu tempo já passou e chegou a hora de dedicar mais tempo aos seus filhos", comentou.

Leia tudo sobre: Futebol MundialRússiaAnzhiRoberto CarlosCorinthians

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG