Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Roberto Carlos não é mais jogador do Corinthians

Clube confirma saída do jogador. Andrés Sanchez fala neste sábado sobre fim do contrato do lateral

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Roberto Carlos não é mais jogador do Corinthians. Em reunião na tarde desta sexta-feira no Parque São Jorge entre o jogador, seu empresário Fabiano Farah, o presidente Andrés Sanchez e o diretor adjunto de futebol, Duílio Monteiro Alves, ficou acertada a rescisão de contrato do jogador com o clube. A assessoria de imprensa do clube confirma sua saída e informa que Sanchez concederá coletiva de imprensa às 10 horas deste sábado no CT do Parque Ecológico para falar sobre assunto. Sanchez, procurado pelo iG, por telefone, não quis comentar sobre a situação de Roberto Carlos antes da coletiva. "Vai tomar no c*. Amigo, procura a assessoria de imprensa", disse.

Além de jogador do clube, Roberto Carlos tem contratos publicitários com empresas parceiras do Corinthians. Sua empresa particular, a RC3, assinou acordos com algumas das marcas que patrocinam o clube do Parque São Jorge e a rescisão destes acordos adiou o anúncio oficial da sua saída para este sábado. A linha de carnes do Corinthians, lançada no final do ano pelo clube, está sendo importada para a Turquia graças a contatos do jogador no país, onde morou por dois anos, quando defendeu o Fenerbahce antes de se transferir para o Corinthians.

O jogador alega que tomou a decisão de encerrar seu vínculo com o clube porque estava sendo ameaçado por membros de facções organizadas da torcida do Corinthians. À diretoria corintiana, disse que foi perseguido e recebeu ligações anônimas de alguns membros dessas facções. O contrato de Roberto Carlos com o Corinthians se encerraria em dezembro.

Gazeta Press
Roberto Carlos ficou fora do jogo contra o Tolima e passou a ser perseguido por parte da torcida corintiana

Desde a eliminação do Corinthians para a Libertadores, dia 2 de fevereiro, o lateral-esquerdo se tornou um dos principais alvos dos protestos dos corintianos. No sábado, quando centenas de vândalos apedrejaram o ônibus do clube na entrada do treino, ele, Ronaldo, Paulo André e Dentinho, liberados do treino por conta do protesto, foram a uma academia de um shopping center para fazer trabalhos físicos e acabaram sendo hostilizados por alguns torcedores. 

Roberto Carlos chegou ao Corinthians em janeiro de 2010. Participou de 60 dos 70 jogos do clube na última temporada. Neste ano participou dos quatro primeiros jogos até o duelo de ida contra o Tolima, dia 26 de janeiro. De lá para cá não jogou mais, ficando de fora do jogo da volta contra os colombianos, por conta de uma lesão na coxa direita, e das partidas contra São Bernardo, Palmeiras e Ituano pelo Paulistão.

Aos 37 anos, o jogador teria proposta do Anzhi Makhachkala, da Rússia, e do Los Angeles Galaxy, dos Estados Unidos. Ao iG, na tarde desta sexta-feira, o jogador desmentiu tais propostas e disse que sua vontade era ficar no Corinthians.

Leia tudo sobre: corinthiansroberto carlossanchezcampeonato paulista

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG