Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Roberto Carlos aprova malandragem de Elias contra Robinho

Meio-campista do Corinthians teria contado mentira para forçar expulsão de jogador do Avaí. Técnico do time catarinense critica atitude

Gazeta Esportiva |

O técnico Vagner Benazzi deixou o gramado do Pacaembu, na noite de quarta-feira, possesso com o volante Elias. A bronca do treinador do Avaí foi pela postura do corintiano, que teria mentido para causar um cartão amarelo ao atacante Robinho. A malandragem do jogador, que ajudou a provocar a expulsão do atleta avaiano, foi aprovada pelo lateral esquerdo Roberto Carlos após a goleada por 4 a 0.

O lance ocorreu após a marcação de uma falta de ataque do Avaí. "Eu estava discutindo com o Diogo Orlando e o Elias disse para o árbitro: 'Olha aqui, ele está te xingando'. Levei o cartão. Fui falar com o Elias, perguntar o porquê de ele fazer isso, e ele disse: 'Tenho de fazer o que for para ajudar o meu time'", relatou o jogador do Avaí. Vagner Benazzi viu o episódio como uma falta de ética.

"A bola é redonda, ela roda. Vai acontecer a mesma coisa que aconteceu com o Robinho e ele vai pagar, pode ter certeza. Pela pessoa que é, não deveria fazer isso. É melhor levar um pontapé no joelho do que fazer isso que ele fez", criticou o comandante. O volante do Corinthians não comentou o episódio após o apito final, mas Roberto Carlos tratou de desmentir a versão do rival.

"Eu ouvi ele xingando o árbitro", afirmou o atleta, na quinta-feira. "Ali ele não podia ter feito aquilo. Poderia ter reclamado de maneira mais tranquila. O árbitro, assustado, foi lá e amarelou", continuou o atleta, aprovando a atitude de Elias. Após o aviso do 'dedo-duro', Robinho acabou expulso por levar o segundo amarelo em um lance no qual pôs a mão na bola, ainda no primeiro tempo.

"O Elias foi inteligente. O que não poderia ter acontecido era ele (Robinho) reclamar daquela maneira. Só se o tal companheiro dele estava bem atrás do árbitro, mas o cartão foi justo", complementou Roberto Carlos. Robinho foi expulso aos 25 minutos de jogo, quando o placar marcava 1 a 0. Após a goleada, até o avaiano se mostrou compreensivo: "Eu também falaria".

Leia tudo sobre: avaícampeonato brasileirocorinthians

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG