Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Roberto Carlos acha que chegou hora de Elias e Jucilei irem para Europa

Seria uma pena para o Corinthians, pois são dois atletas de alto nível. Mas, pensando no futuro deles, é o momento certo de sair, avalia o lateral esquerdo

Gazeta Esportiva |

Enquanto o presidente Andrés Sanchez nega veementemente que tenha recebido propostas para negociar os destaques do Corinthians, alguns jogadores já começaram a incentivar as possíveis transferências dos volantes Elias e Jucilei. O lateral esquerdo Roberto Carlos é um deles.

"Seria uma pena para o Corinthians, pois são dois atletas de alto nível. Mas, pensando no futuro deles, é o momento certo de sair. Se o Benfica está disposto a pagar o que é merecido pelos dois, a hora de ir para o futebol europeu é essa", recomendou Roberto Carlos em resposta a uma pergunta de um jornalista português do jornal A Bola que esteve no CT corintiano para observar Elias e Jucilei.

Andrés Sanchez se reuniu com Luís Felipe Vieira, presidente do Benfica, na quarta-feira, em um hotel de São Paulo. O mandatário corintiano garantiu que não ouviu nenhuma oferta no encontro, embora a imprensa europeia portuguesa noticie diariamente a possibilidade de Elias se transferir. Jucilei, agora, também é alvo de boatos.

Nesta sexta-feira, o diretor de futebol Mário Gobbi ficou irritado ao comentar o interesse do Benfica. "Mas o presidente já disse que não houve proposta! Isso é especulação. Vamos nos concentrar no Goiás, na disputa pelo título do Campeonato Brasileiro. Esta é a nossa realidade", esbravejou.

Para Roberto Carlos, contudo, o Benfica seria um bom destino para seus companheiros. "Tenho visto o Benfica jogar. É um time forte, que conheço bem. Tive a oportunidade de enfrentar o Benfica algumas vezes. A saída do Elias e do Jucilei não depende de mim, e sim do senhor Andrés. Mas, se eu fosse empresário dos dois, é claro que aprovaria a venda", afirmou.

Elias e Jucilei se valorizaram depois de serem convocados por Mano Menezes, ex-técnico do Corinthians, para a seleção brasileira. O segundo contou recentemente que tinha sete sondagens para atuar no exterior, a maioria delas de clubes da Itália, porém se disse propenso a permanecer no Brasil.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG