Tribunal de Disciplina da AFA aplicou punição apenas de uma multa de 160 pesos argentinos

O River Plate escapou de uma punição pesada por causa da baderna provocada por seus torcedores após o empate por 1 a 1 com o Belgrano, no Monumental de Nuñez, que decretou o rebaixamento do clube para a segunda divisão argentina no dia 26 de junho. O Tribunal de Disciplina da AFA (Associação de Futebol Argentino) optou por não tirar pontos do time.

A punição se resume a uma multa de 160 pesos argentinos e a advertências que podem influenciar em futuros julgamentos. Além disso, o resultado da fatídica partida de volta contra o Belgrano, pela repescagem do Campeonato Argentino, foi modificado. O empate por 1 a 1 se transformou em derrota por 1 a 0, o que não interfere nos resultados finais do torneio.O River já sabe que não começará a disputa da segunda divisão em desvantagem, mas aguarda a definição sobre uma possível interdição de seu estádio, também por causa da revolta dos fanáticos após a queda. O clube pode ser obrigado a mandar jogos longe do Monumental ou atuar sem a presença da torcida.

A estreia da equipe no torneio está prevista para a próxima terça-feira, contra o Chacarita Juniors. O jogo está marcado para o estádio do Huracán.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.