Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

River Plate e Boca Juniors se enfrentam no último grande jogo das equipes no ano

Rivais vêm mal no Argentino: River, que jogará em casa, é atualmente o 11º colocado do torneio, com um ponto a mais que o Boca, que aparece em 13º

EFE |

Com campanhas apenas regulares no Torneio Apertura do Campeonato Argentino, os rivais River Plate e Boca Juniors já não têm grandes ambições em 2010 e se enfrentarão na próxima terça-feira, pela 14ª rodada, naquela que deverá ser a última partida dos dois a despertar a atenção até o fim do ano.

O River, que jogará em casa, no estádio Monumental de Nuñez, é atualmente o 11º colocado do torneio, com 18 pontos, um a mais que o Boca, que aparece em 13º.

Sem risco de rebaixamento, mas também sem chances de disputar a Taça Liberdadores de 2011, apenas um fator motiva as equipes de Buenos Aires, assim como seus torcedores e a mídia local: a histórica rivalidade.

A crise é notória dos dois lados. No River, o técnico Ángel Cappa foi demitido na última segunda-feira e ainda não tem substituto. A tentativa mais recente da diretoria foi a de contratar Marcelo Bielsa, que deverá deixar a seleção do Chile, mas 'El Loco' alegou que ainda tem contrato vigente com a Associação Nacional de Futebol Profissional do país vizinho.

Do outro lado, o presidente do Boca, Jorge Ameal, se viu obrigado a renovar publicamente seu apoio ao técnico Claudio Borghi, cujo emprego está a perigo por conta dos maus resultados.

Borghi foi campeão do Torneio Clausura de 2010 com o Argentinos Juniors no primeiro semestre, mas, depois de quase seis meses no comando da equipe, ainda não conseguiu encontrar o acerto ideal.

Com os clubes mais tradicionais e mais vencedores do país em baixa, o líder na Argentina é o Estudiantes. A equipe de La Plata visitará o Tigre no sábado e não poderá contar com o goleiro Agustín Orión, o menos vazado da competição.

Verón e companhia têm 30 pontos na tabela, três a mais que o segundo colocado Vélez Sarsfield, que receberá o Lanús no domingo. Os visitantes vêm de três derrotas consecutivas e o treinador Luis Zubeldía é outro que poderá cair ao final da rodada.

O Vélez teve alguns altos e baixos que o fizeram perder a liderança e a oportunidade de alcançar o Estudiantes na classificação há duas rodadas, quando recebeu o líder e ficou no empate sem gols.

A luta pelo título tem, aparentemente, a estes duas equipes como principais candidatos após haver Arsenal de Sarandí (24 pontos), Newell's Old Boys (22) e Godoy Cruz (21) terem ficado para trás.

Programação da 14ª rodada do Torneio Apertura argentino:

Sexta-feira (12/11)

Huracán - Colón
Banfield - Gimnasia La Plata

Sábado (13/11)

Arsenal de Sarandí - All Boys
Tigre - Estudiantes

Domingo (14/11).

Argentinos Juniors - San Lorenzo
Quilmes - Godoy Cruz
Independiente - Olimpo
Vélez Sarsfield - Lanús
Newell's Old Boys - Racing

Terça-feira (16/11)

River Plate - Boca Juniors

Leia tudo sobre: argentinafutebol internacional

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG