Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Rivaldo se despede dos colegas, e Dagoberto fica fora de coletivo

Experiente meio-campista avisou que não joga mais pelo São Paulo, e atacante iniciou trabalhos treinando em separado

Mário André Monteiro, iG São Paulo |

O treinamento desta sexta-feira no São Paulo começou de forma emocionante. O meia Rivaldo , que postou em seu Twitter que a diretoria do clube não vai renovar o seu contrato , reuniu todo elenco no centro do gramado antes da atividade e fez um discurso para todos os atletas, ao lado do técnico Leão. Depois, o jogador foi bastante aplaudido e recebeu um forte abraço do capitão Rogério Ceni .

Vipcomm
Leão conversa com Dagoberto no treino
Luis Fabiano também o cumprimentou com um toque de mão e outros jogadores brincaram e deram leves empurrões no camisa 10, que logo partiu para se alongar com o resto do elenco. Rivaldo, apesar de não poder entrar em campo por estar suspenso, participou do coletivo comandando por Emerson Leão.

Siga o iG São Paulo no Twitter

O treinador montou a mesma equipe do último coletivo, com Rogério Ceni no gol, Jean e Juan nas laterais, com Rhodolfo e Xandão no miolo de zaga. Denilson e Wellington foram os volantes, com Cícero e Lucas mais avançados no meio. Fernandinho e Luis Fabiano formaram o ataque.

A equipe suplente teve o reforço de dois atletas das categorias de base do clube - Ademilson, atacante, e Rafinha, meio-campista -, e foi formada com Denis, Iván Piris, João Filipe, Bruno Uvini e Henrique Miranda; Casemiro, Rafinha, Marlos e Rivaldo; Henrique e Ademilson.

E MAIS: "A palavra final é sempre a minha", diz meia Lucas sobre permanência

O atacante Dagoberto foi "barrado" e na primeira parte do trabalho ficou treinando em separado em outro campo do CT da Barra funda, juntamente com Willian José, Luiz Eduardo, Rodrigo Caio e Dener. Depois, no 2º tempo do coletivo, Leão promoveu a entrada do camisa 25 no time reserva, na vaga de Rivaldo. Luiz Eduardo também entrou no lugar de Uvini.

Para ficar com uma vaga na próxima Libertadores, o time precisa vencer os reservas do Santos na última rodada do Campeonato Brasileiro e ainda torcer por uma combinação de resultados. Coritiba, Internacional e Figueirense não podem vencer os duelos regionais diante de Atlético-PR, Grêmio e Avaí, respectivamente.

São-paulinos são maiores que santistas na Torcida Virtual. Ajude seu time

Leia tudo sobre: São PauloBrasileirão 2011Emerson LeãoRivaldoDagoberto

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG