Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Rivaldo rechaça adeus na seleção e quer Neymar e Ganso na Europa

Meio-campista do São Paulo disse que não pensa em ser convocado para os amistosos que o Brasil fará contra Argentina, em setembro

Mário André Monteiro, iG São Paulo |

Vipcomm
Rivaldo não quer "adeus" da seleção
Se depender de Rivaldo , seu ciclo na seleção brasileira está definitivamente encerrado. Mesmo ainda em atividade no futebol profissional e jogando bem pelo São Paulo , o meio-campista rechaçou a hipótese de uma despedida com a camisa do Brasil, a exemplo do que aconteceu com Ronaldo, e quer que o time de Mano Menezes se prepare melhor para chegar bem na Copa do Mundo de 2014.

Siga o iG São Paulo no Twitter

"Para falar a verdade, não penso em ser convocado. Estou com pensamento só no São Paulo, queremos conquistar o tíulo do Brasileirão. Não estou com essa expectativa. O Brasil tem fazer o mais rapido possível uma seleção forte, tem muita cobrança, não é momento de despedida, não é momento de festa, mas sim de muita responsabilidade. O Brasil se encontra num momento dificil dentro de campo", avisou o camisa 10.

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e convide seus amigos

Nos amistosos contra a Argentina, em setembro, que contarão apenas com jogadores que atuam no futebol brasileiro, Neymar , Paulo Henrique Ganso e Lucas estão praticamente assegurados na convocação. Rivaldo analisou a situação dos três jovens e, ao contrário da opinião de muitas pessoas, o jogador quer ver os garotos jogando no exterior.

"Muitos querem que Neymar e Ganso fiquem no Brasil, mas eu prefiro que eles saiam o mais rápido possivel para o exterior, para ganhar experiência. Jogando lá eles vão ser reconhecidos mundialmente. Acredito que eles tenham que sair para que o pessoal lá fora conheça a grandeza deles, o respeito vai ser diferente. O mesmo serve para o Lucas. Eles têm que jogar em equipe grande da Europa", disse.

Ainda de acordo com Rivaldo, a seleção brasileira tem responsabilidade na queda de rendimento de Lucas dentro do São Paulo. Para o veterano meia, o fato de viajar para a Alemanha e sequer ter entrado em campo no amistoso contra a seleção local prejudica o jovem camisa 7 tricolor.

"Qualquer jogador fica chateado e triste por viajar e não jogar. E dentro de campo pelo São Paulo, querendo mostrar que tem potencial para jogar no Brasil, ele tenta resolver o jogo numa situação difícil. Converso com ele para não se desgastar, nem sempre partir para cima. Até porque sempre tem dois ou três marcando. Isso está prejudicando ele, mas temos pessoas no clube que estão ajudando ele", contou.

Rivaldo ainda pediu Ronaldinho Gaúcho na seleção brasileira e acredita que, com esse time atual e jogando da maneira como vem atuando, a equipe de Mano Menezes não tem condições de chegar nem à decisão do Mundial de 2014.

Leia tudo sobre: São Pauloseleção brasileiraRivaldoGansoNeymar

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG