Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Rivaldo poupa Carpegiani, mas afirma: "Tenho lenha pra queimar"

Meia foi fundamental na vitória após a primeira partida sem antigo treinador do São Paulo

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Dos pés de Rivaldo saíram os dois gols da vitória do São Paulo por 2 a 1 sobre o Cruzeiro neste sábado no Morumbi. Antes relegado ao banco de reservas, o jogador que não era titular desde abril, comemorou a vitória, mas preferiu poupar o responsável pela falta de sequência de jogos no clube: Paulo César Carpegiani, demitido na última quinta-feira.

"Não adianta falar do treinador, agora é dar continuidade no meu trabaho. Quero estar no grupo, quero participar e provei que tenho lenha para queimar. Eu me dedido, trabalhei minha vida inteira e cuido da minha condição física. Agora eu só espero continuar", disse Rivaldo, de 39 anos.

O veterano argumentou ainda que a idade não o atrapalha. Substituído aos 44 minutos do segundo tempo, ele correu durante todo o tempo e não sentiu falta de ritmo. "Eu joguei quase o tempo todo e não senti nada. Eu agüento os 90 minutos e posso jogar todos os jogos. Estou feliz com esse jogo e mais ainda em ter ajudado o time a conquistar a vitória".

Desde que chegou ao clube, em fevereiro, Rivaldo foi titular de apenas seis jogos. Com ele em campo contra o Cruzeiro, a equipe voltou a vencer depois de três derrotas seguidas e colou no Corinthians no topo da tabela. A equipe do Morumbi tem 18 pontos em nove jogos. O rival do Parque São Jorge fez sete jogos.

Leia tudo sobre: são paulobrasileiro 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG