Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Rivaldo critica atrasos e lamenta ausência do Morumbi na Copa

Veterano demonstra preocupação com demora nas construções de estádios e obras de infraestrutura para 2014

Levi Guimarães, iG São Paulo |

O São Paulo tem um novo porta-voz para defender a inclusão do estádio do Morumbi como sede paulista para a Copa de 2014. Na manhã desta sexta-feira, durante entrevista coletiva na qual oficializou seu afastamento do Mogi Mirim, o meia não teve dúvidas em apontar a arena são-paulina como melhor opção do estado para receber os jogos do Mundial.

“Pra mim nesse momento é difícil falar de um campo que ainda vai ser construído [o estádio do Corinthians em Itaquera]. Hoje pelo que vi da estrutura do São Paulo, claro que indicaria o do São Paulo, que já está pronto, é só dar uma ajeitada em poucas coisas. Também espero que o campo do Corinthians possa ser feito rápido, mas seria menos trabalhoso acertar o campo do São Paulo com alguns detalhes”, disse o camisa 10.

Futura Press
O meia Rivaldo criticou o atraso brasileiro nas obras para a Copa de 2014

O jogador chegou a dizer que será “uma pena um estádio como o Morumbi não estar na Copa do Mundo”. Mas as críticas não foram feitas apenas em tom de defesa de seu atual clube. Rivaldo apontou a demora na construção dos outros estádios em todo o país e demonstrou ainda mais preocupação com o ritmo lento das obras de infraestrutura, como reformas de aeroportos.

“Acredito que está bastante atrasado, não pouco. Estádios estão bastante atrasados, aeroportos, estacionamentos. Acredito que vai ter muita dificuldade. O governo e outros responsáveis têm que correr para ter condição de fazer uma grande Copa. A imagem do Brasil é muito boa e não pode se sujar, principalmente no futebol”, afirmou.

Pela seleção brasileira, Rivaldo disputou as Copas do Mundo de 1998, na França, e de 2002, no Japão e na Coréia do Sul. Chegou à decisão nas duas ocasiões e foi fundamental na conquista do pentacampeonato. Com essa experiência, ele explica que o principal não é necessariamente se preocupar com boas condições para os atletas, mas sim com uma estrutura adequada para receber os milhares de torcedores atraídos pelo evento.

“Os gramados para a Copa do Mundo com certeza vão ser ótimos. Precisa ver é o lado dos torcedores, de como chegar ao campo, estacionamento. Vi uma reportagem sobre um aeroporto onde não existe espaço suficiente em um estacionamento, imagina durante uma Copa do Mundo. As coisas não se fazem do dia pra noite e se não correr vai ter dificuldade, não só com estádio”, disse.

Leia tudo sobre: são paulocampeonato paulista 2011rivaldocopa 2014

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG