Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Rivaldo cai de rendimento, mas segue como referência do São Paulo

Apesar de não repetir contra o Botafogo a boa atuação da estreia, meia continuou sendo a aposta do time

Levi Guimarães, iG São Paulo |

Os placares finais das duas primeiras partidas de Rivaldo com a camisa do São Paulo já mostram que os jogos foram bastante diferentes para o time da capital. Na estreia, vitória por 3 a 2 de virada sobre o Linense. E no último domingo, derrota por 2 a 1 para o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto. Mas uma análise do desempenho individual do veterano revela outros aspectos desses jogos.

A análise das estatísticas fornecidas pelo Footstats mostra duas coisas. Primeiro, que o rendimento do camisa 10 caiu na segunda partida em relação à estreia. E segundo que, apesar dessa queda, o time do São Paulo continuou acionando muito Rivaldo, numa demonstração de que não só a torcida, mas também os companheiros de equipe apostam em seu poder de decidir.

Alguns números que mostram como a atuação de Rivaldo foi mais discreta no interior são o número de cruzamentos errados (4 contra o Linense x 7 contra o Botafogo), dribles (3 x 0), finalizações (1 certa e 1 errada x 0 certas e 3 erradas) e bolas perdidas (2 x 5). Além disso, diferente do que aconteceu contra o Linense, no último domingo ele não aguentou jogar o tempo todo e foi substituído no segundo tempo.

Outras estatísticas, porém, mostram a tentativa de participar do jogo tanto quanto na estreia. Um exemplo é o tempo de posse de bola. Apesar de ficar por um período menor em campo, Rivaldo ficou com a bola apenas seis segundos a menos que na partida anterior (59 segundos x 53).

O número de passes certos caiu, é verdade, de 30 para 18. Mas ainda assim foi um número acima da média do restante do time. E também houve uma melhora, no número de cruzamentos certos: 3 contra o Botafogo, depois de não ter feito nenhum contra o Linense. Mas para azar do São Paulo, nenhum deles foi aproveitado pelos atacantes.

Na volta do São Paulo aos treinamentos na manhã de terça-feira, Rivaldo foi poupado por conta de dores na coxa direita e ficou no Reffis fazendo um trabalho de recuperação. A expectativa, no entanto, é de que ele não seja problema para o técnico Paulo César Carpegiani e que possa jogar normalmente contra a Portuguesa no próximo fim de semana.

Leia tudo sobre: são paulocampeonato paulista 2011rivaldo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG