Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Rivaldo agradece e elogia Milton Cruz, que não quer ser técnico

Meia foi titular nas duas partidas em que o interino esteve no comando da equipe no Brasileiro

Mário André Monteiro, iG São Paulo |

Rivaldo não era utilizado com frequência por Paulo César Carpegiani, ex-técnico do São Paulo . Mesmo sem apresentar um grande futebol, o clube venceu os seus cinco primeiros jogos no Campeonato Brasileiro, mas depois perdeu três partidas consecutivas e a demissão de Carpegiani foi inevitável. Milton Cruz assumiu interinamente por dois jogos e atendeu aos pedidos da torcida, colocando o experiente meia como titular.

Siga o iG São Paulo no Twitter

Vipcomm
Milton Cruz orienta Rivaldo no CT
Coincidência ou não, com o camisa 10 atuando desde o início, o time jogou bem contra Cruzeiro e Internacional , conquistando boas vitórias e espantando a má fase que assombrava o Morumbi. Com a contratação de Adilson Batista, Milton Cruz voltará a ser auxiliar do São Paulo, mas ele comemorou a campanha 100% nas partidas que esteve à frente da equipe.

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e convide seus amigos

"Fiz meu máximo. Nesse período em que estive no comando, os jogadores se dedicaram e entenderam a necessidade de buscar o melhor. Ninguém se atrasou nos treinos. Ninguém reclamou de nada. Treinaram com muito afinco. Só tenho a agradecer à diretoria e aos jogadores que colaboraram comigo", avaliou Milton após o triunfo de 3 a 0 sobre o Inter , neste domingo, em Porto Alegre.

Chamado de "bombeiro", já que geralmente assume o grupo em momentos conturbados - já foram 13 oportunidades nos 16 anos de clube -, Milton Cruz se mostrou bastante satisfeito com sua função dentro do São Paulo e, inclusive, descartou virar treinador efetivo no momento.

"É mais fácil achar um treinador do que achar alguém que faça o trabalho que eu faço no clube. Eu observo os jovens da base, faço o elo dos jogadores com o clube, com a diretoria. A gente fica satisfeito em ter o reconhecimento da diretoria. Por isso não penso em virar treinador. Faço uma função muito importante aqui", completou Milton.

Já Rivaldo, destaque são-paulino nos últimos dois jogos, quando foi colocado como titular, elogiou o trabalho de Milton Cruz, apesar do pouco tempo do interino no comando. "O Milton está de parabéns e os jogadores também. Toda nossa equipe está mostrando uma vontade muito grande dentro de campo. Foi um resultado merecido", comentou o veterano na saída do gramado do Beira-Rio.

Mais tarde, através do Twitter, Rivaldo voltou a exaltar o auxiliar técnico e ainda desejou sorte a Adilson Batista , novo treinador do São Paulo a partir desta segunda-feira. "Agradeço ao Milton Cruz por confiar em mim e ter me dado a oportunidade de ser titular nestes dois últimos jogos. Desejo sorte ao novo treinador Adilson Batista, que ele possa fazer um bom trabalho no São Paulo. Estarei aqui sempre pronto a ajudar", escreveu o meia na rede de microblogs.

Adilson Batista será apresentado de forma oficial no CT da Barra Funda, nesta segunda, a partir das 16h (de Brasília). Ele deverá dirigir a equipe já no próximo sábado, contra o Atlético-GO, no Morumbi, e a tendência é que o novo comandante mantenha Rivaldo entre os 11 iniciais.

Leia tudo sobre: São PauloBrasileirão 2011Milton CruzRivaldo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG