Armador do Boca acertou mais passes, dribles e finalizações, mas Deco fez um gol e deu assistência

O confronto entre Boca Juniors e Fluminense na noite da última quarta-feira contou também com um duelo especial entre dois 'camisas 10' clássicos. Riquelme de um lado, comandando o time argentino, e Deco entre o elenco de estrelas da equipe carioca. Apesar dos números individuais de Riquelme terem sido superiores, quem levou a melhor no confronto foi o luso-brasileiro.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Riquelme acertou quatro dribles, três finalizações, 33 passes e ficou 1 minuto e 13 segundos com a bola nos pés, segundo dados do Footstats. Organizou o time, principalmente na segunda etapa, com o apoio do lateral-esquerdo Clemente Rodríguez e cobrou a falta que originou o gol do Boca Juniors, após a bola bater na trave e voltar para Somoza completar na área.

Leia mais: Deco comemora vitória na Bombonera: "Tivemos personalidade"

Deco e Riquelme disputam a bola na vitória do Fluminense sobre o Boca
Nelson Perez/FluminenseF.C.
Deco e Riquelme disputam a bola na vitória do Fluminense sobre o Boca

Deco , por sua vez, acertou uma finalização (a do segundo gol do Fluminense), deu 19 passes, mas não conseguiu nenhum drible e ficou com a bola por 34 segundos. Mesmo assim, foi muito mais decisivo que o rival, dando a assistência para Fred marcar de cabeça, no primeiro gol, e marcando o segundo após bela jogada de Wellington Nem .

Veja mais: Abel Braga comemora, mas diz que vitória só valeu pela liderança

A dupla ainda trocou camisas ao final da partida e Deco fez questão de elogiar o desempenho do meia argentino. "Ele (Riquelme) foi quem mais tentou no time do Boca Juniors. Puxou o time, bateu a falta do gol... Tem uma qualidade diferente. Por isso admiro seu futebol e gosto de vê-lo jogar", declarou.

O 'Diário Olé', da Argentina, também exaltou a atuação de Riquelme. "Riquelme fez de tudo para que o Boca se recuperasse na partida. Gerou o empate com uma falta e deu ao seu time os melhores momentos do futebol. Defender não podia", disse.

Veja também: Técnico do Flu elege Diguinho o nome da vitória sobre o Boca

Agora os dois armadores voltam a se enfrentar no dia 11 de abril, no Engenhão, pela fase de grupos da Libertadores. Se vencer o Zamora, na próxima rodada, o Fluminense deixa praticamente carimbada a classificação para as oitavas de final do torneio sul-americano.

Ajude o time do Fluminense a subir no ranking da Torcida Virtual

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.