Meia devolveu o que ganhou enquanto esteve ausente por tratamento e pede investimento na base do clube

EFE
Juan Román Riquelme teve atitude fora do comum no futebol
O meio-campista Riquelme cumpriu sua promessa e devolveu cerca de US$ 80 mil (o equivalente a R$ 130 mil) ao Boca Juniors . A quantia corresponde ao tempo que o atleta ficou fora da equipe, no ano passado, para se tratar de uma tendinite e de uma cirurgia no joelho esquerdo.

O acerto de contas ocorreu nesta quarta-feira. Além do próprio Mago dos Ojos Tristes , o presidente xeneize, Jorge Amor Ameal, o representante do atleta, Daniel Bolotnicoff, e um escrivão local, ratificaram o pagamento, viabilizado por um cheque.

Riquelme fez questão de propor que o dinheiro seja destinado às categorias de base do clube. "Que utilizem para ajudar os meninos e a melhorar o vestiário", afirmou.

Sem Riquelme, o Boca terminou o Campeonato Argentino da última temporada na parte debaixo da tabela (sem classificação, por exemplo, para a Libertadores deste ano) e, com a presença do atleta de 32 anos, pouca coisa mudou. O clube de Buenos Aires ocupa apenas a 13ª posição do Clausura.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.