Volante do Atlético-MG deu carrinho mais forte no atacante, que não gostou e reclamou da entrada

O clima no treino do Atlético-MG nessa terça-feira esquentou. O volante Richarlyson parece estar disposto a recuperar a titularidade no time de Cuca em 2012 e tem mostrado determinação nos treinos. Determinação até demais. O jogador deu um carrinho mais perigoso no atacante André , que não gostou e reclamou da entrada do companheiro de time.

Leia também: Richarlyson critica preconceito da torcida do Palmeiras

Richarlyson entrou na dividada com André com um carrinho forte e o atacante tirou o pé. André logo reclamou da jogada e gesticulou bastante com o volante. A atividade seguiu normalmente e, ao final do treino, todos os jogadores continuaram no gramado, com exceção de Richarlyson.

Veja também: Atlético-MG apresenta Escudero e Rafael Marques

A comissão técnica atleticana tentou minimizar o ocorrido. "A postura é normal. Pedimos sempre entrega, força e dedicação. O Carlinhos (Neves, preparador físico) falou que podia alongar no campo ou na musculação, e o Richarlyson desceu. Nada aconteceu. Aqui trabalhamos em conjunto. Terminou o treino e o Carlinhos faz como quiser. Ele foi liberado e foi para onde quis”, explicou o auxiliar técnico Cuquinha, que comandou o treino nessa terça-feira.

O volante atleticano quase foi para o Palmeiras no início da temporada, mas foi "vetado" pela torcida do clube paulista , que protestou contra sua possível contratação. O jogador diz estar feliz no clube mineiro e pede para que os torcedores esqueçam sua vida pessoal.

Entre para a torcida virtual do Atlético-MG e comente o desentendimento no treino

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.