Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Richarlyson deve ser anunciado no Fluminense até sexta-feira

Jogador deseja voltar a trabalhar com o técnico Muricy Ramalho, com quem conquistou o tri brasileiro entre 2006 e 2008 pelo São Paulo

Gazeta Esportiva |

A diretoria do Fluminense deverá anunciar até no máximo sexta-feira a contratação do volante Richarlyson, que recentemente deixou o São Paulo. O jogador sempre foi um nome especulado nos corredores das Laranjeiras antes mesmo do término do Campeonato Brasileiro. Assim que anunciou que não permaneceria no Morumbi ao fim de seu contrato, que chega ao fim em 31 de dezembro, o atleta passou a ser assediado por vários clubes do futebol brasileiro. O Atlético-MG e o Botafogo, inclusive, apresentaram propostas salariais maiores que o Fluminense, mas o destino de Richarlyson deve ser mesmo o clube carioca.

Richarlyson ficou sabendo das propostas salariais que recebeu, mas pediu a seus representantes que dessem prioridade ao Fluminense. Tudo pelo desejo de voltar a trabalhar com o técnico Muricy Ramalho, com quem conquistou o tricampeonato brasileiro entre os anos de 2006 e 2008. Mesmo com a pressão do amigo Zé Luís, volante do São Paulo, para que fosse para o Atlético-MG, e apesar da excelente proposta financeira do Botafogo, o jogador telefonou no início da semana para seus procuradores e explicou que iria mesmo atuar pelo Fluminense.

Recentemente, em entrevista à "Revista ESPN", Muricy Ramalho deixou claro que trabalharia no sentido de ter Richarlyson em seu time ao se derramar em elogios ao jogador. "Eu queria ter 20 'Richarlysons' no meu time. Nunca se machuca, está sempre disposto para as coisas, encara esse preconceito que tem no Brasil contra ele, não se entrega, briga pra caramba no campo. Ele tem que jogar mais que todo mundo no jogo, porque se ele jogar 100% os caras pegam no pé dele", elogiou o treinador.

Richarlyson está passando férias na casa do meia Cléber Santana, seu companheiro de São Paulo, em João Pessoa-PB. Nesta quarta-feira ele, já em São Paulo, vai se reunir com seus representantes para saber os últimos detalhes do contrato com o Fluminense, que vai anunciá-lo até sexta-feira. O jogador, porém, só deverá ser apresentado na próxima semana.

Se o acerto com Richarlyson está perto, o mesmo não se pode dizer do meia Thiago Neves, que tem os direitos federativos ligados ao Al Hilal, da Arábia Saudita. O jogador, que também estava nos planos do Flamengo, até acertou as bases salariais com a diretoria do Fluminense e o vice-presidente de futebol Alcides Antunes deu entrevistas dizendo acreditar em um desfecho favorável. Porém, os dirigentes arábes decidiram não liberar o apoiador, que tem mais três anos de contrato com o Al Hilal e tem muito prestígio junto aos torcedores.

Sem Thiago Neves, a diretoria vai focar na contratação de outro meia de qualidade. Quem também interessa ao clube é o atacante Ciro, um dos destaques do Sport na Série B do Campeonato Brasileiro deste ano. O jogador, porém, parece mais perto do Flamengo, que apresentou uma proposta aos pernambucanos, oferecendo alguns nomes como troca.

Já sobre os jogadores do elenco, a diretoria deverá fechar até sexta-feira a negociação para a renovação de contrato do goleiro Ricardo Berna, que chega ao fim esse ano. As duas partes já deixaram o acordo muito bem encaminhado antes mesmo do término do Campeonato Brasileiro, uma vez que Muricy Ramalho pediu a permanência do mesmo em 2010. Com isso, e com a possível contratação de um goleiro com status de titular, Fernando Henrique e Rafael deverão ser liberados pela diretoria para procurarem outro clube. A lista de dispensados do Tricolor ainda terá mais nomes, como o zagueiro Cássio e o meia argentino Equi González, este que nunca conseguiu se fiormar entre os titulares.

Fora de campo a diretoria espera definir ainda o fim da semana quem será a fornecedora de material esportivo do elenco nos próximos anos. As negociações para a renovação de contrato com a Adidas está emperrada, com os valores pensados pelas duas partes muito longe de um lugar comum. Diante deste cenário, Olympikus, Nike, Puma e Reebok decidiriam entrar no caso e também negociam com o clube das Laranjeiras. A Olympikus, porém, largou na frente.

Leia tudo sobre: fluminensemercado da bola

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG