Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ricardo Rocha, unanimidade vascaína em 94, rasga elogios a Dedé

Ex-jogador foi o último grande zagueiro a ser chamado para a seleção brasileira

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

Nos anos 90, o Vasco teve um zagueiro que foi uma verdadeira unanimidade. Seu nome: Ricardo Rocha. Integrante do grupo que conquistou o tetracampeonato mundial nos Estados Unidos, em 1994, a crítica o apontava como um dos maiores do mundo na posição. Titular daquela Copa até se machucar contra a Rússia, na estreia, é até hoje uma autoridade quando o assunto é defesa. Dezessete anos depois, o clube pode ter um sucessor para Rocha. Dedé , segundo o ex-jogador, é o melhor zagueiro do Brasil. 

Siga o iG Vasco no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Site oficial
Dedé e Neymar brincam na concentração do Brasil, em Stuttgart
Convocado para a seleção brasileira de Mano Menezes duas vezes, Dedé, eleito o melhor da posição no Campeonato Brasileiro e no Campeonato Carioca, tem apenas 23 anos e muito futebol pela frente. Admirador do camisa 26 de São Januário, Ricardo Rocha destaca as qualidades do defensor. Em breve resumo, o chama de “completo”. 

Entre para a Torcida Virtual do Vasco e convide seus amigos

“Eu gosto porque ele joga sério, joga simples. É alto, tem velocidade, tem impulsão, vai lá na frente e faz gol. Ali atrás, quanto mais simples melhor”, comenta o ex-zagueiro, tricampeão estadual pelo Vasco em 92/93/94. “Dedé tem um estilo próprio, não inventa. Me lembra o Thiago Silva (Milan), que é outro que faz o simples. Thiago é tão discreto que já rouba a bola fazendo o contra-ataque. Ele é mais técnico, o Dedé é mais força. Mas encantam pela simplicidade”, completa Ricardo Rocha.

 O ex-jogador bate na tecla da simplicidade baseando-se na eficiência do zagueiro vascaíno. Dedé é hoje, na opinião de Rocha, o melhor zagueiro em atividade no futebol brasileiro. Aliás, o sistema defensivo do Vasco é o que mais o agrada atualmente. O companheiro de zaga Anderson Martins é outro que ganha elogios. O casamento da dupla, analisa o ex-zagueiro, foi perfeito. 

“O Anderson também é muito bom. Houve um casamento ali entre eles e coisa funcionou bem. É hoje a melhor defesa dos clubes do Brasil”, disse Rocha, pedindo, no entanto, um pouco de paciência com Dedé, uma vez que o jogador tem apenas 23 anos.

 “Mas vamos deixar o menino trabalhar em paz. Ele batalhou, deu um duro danado para estar aqui e não deve ter muita cobrança. Terá muitos anos pela frente devemos deixar ele jogar sem pressão. A gente não sabe o que pode acontecer numa situação adversa”, frisou Rocha.
 

Leia tudo sobre: vascodedéricardo rocha

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG