Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ricardo Gomes vive agradável rotina de manter escalação no Vasco

Técnico fará sua quarta partida sem alterar a equipe. Jeferson promete calar os críticos na Taça Rio

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

Repetir a escalação. Esta tem sido uma das agradáveis rotinas de Ricardo Gomes em tão pouco tempo em São Januário. Pela quarta vez consecutiva, o treinador vai mandar a campo a mesma formação. O Vasco estreia na Taça Rio sexta-feira, enfrentando o Macaé, no Estádio Claudio Moacyr, e o time, antes sem padrão de jogo e 11 titulares, começa a ser decorado com facilidade.

Nesta terça-feira, Gomes comandou o primeiro coletivo da semana. Ele usou a segunda metade do treino para experimentar quatro jogadores. Apenas opção, garantiu. Seguindo a velha máxima, em time que está ganhando não se mexe.

Suas principais dúvidas, ainda assim, estão no meio-campo. Os titulares deram lugar a Caíco, Enrico, Eduardo Costa e Bernardo. Mas nada que ponha em risco as vagas de Romulo, Felipe Bastos, Jeferson e Felipe.

Maurício Val / Fotocom.net
Jeferson atravessa boa fase no Vasco e não corre risco de perder a posição
Jeferson não se recorda da última vez em que viu uma equipe manter a escalação por tanto tempo.

“Não me lembro. Aqui no Vasco ou fora? Não me recordo”, reagiu o apoiador vascaíno. “Mas essa cara que o time está ganhando foi uma das coisas que o Ricardo Gomes prometeu fazer logo na sua chegada”, completou.

Para o compromisso desta sexta, o Vasco espera repetir, além da escalação, as boas atuações que exibiu nas partidas finais da Taça Guanabara e na estreia na Copa do Brasil. Em São Januário, virou questão de honra calar os críticos que rotularam o Vasco como a quarta força do futebol carioca.

É senso comum, porém, que o time fez por merecer. Afinal, perdeu os quatro primeiros jogos do primeiro turno carioca e já na quarta rodada dava adeus às semifinais. Com as goleadas sobre Americano (3 a 0), América (9 a 0) e Comercial-MS (6 a 1), é hora de provar que os vexames são coisa do passado. Jeferson avisa que entra em campo engasgado.

“Esta história de que o Vasco é a quarta força me incomoda. Vou acabar com esta chacota. O Vasco de hoje é outro, está mudado. Vamos entrar na Taça como sérios candidatos ao título”.
 

Leia tudo sobre: vascocampeonato carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG