Tamanho do texto

Jogo contra o rival Cruzeiro será no dia 12 de fevereiro. Antes, Atlético-MG encara a equipe de Juiz de Fora

O meia Ricardinho , que começou a temporada como titular do Atlético-MG , afirma que o elenco atleticano só pensa no duelo do final de semana, contra o Tupi, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. Segundo o armador, somente após o jogo contra a equipe de Juiz de Fora é que os atletas vão pensar no clássico contra o Cruzeiro , marcado para o dia 12 deste mês.

"Eu acredito que ainda é prematuro falar qualquer coisa sobre a partida contra o Cruzeiro. Temos o Tupi, um jogo difícil e precisamos vencer para ficar bem no campeonato, para depois pensar no Cruzeiro. Vamos buscar o resultado com o objetivo de pontuar o máximo para podermos nos classificar e dar continuidade na competição", disse o jogador.

Experiente, Ricardinho, de 34 anos, defende a idéia que não existe mais favoritismo das equipes da capital. Segundo ele, a cada ano, o time do interior vem se reforçando, e cada vez mais se tornam competitivos. Dessa forma, o atleta pede cautela e respeito a todos os adversários.

"Não é verdade que os times grandes são sempre favoritos. Quando se inicia o campeonato, o favoritismo passa a ser só teórico, o que vale mesmo é a prática. Sempre colocam Cruzeiro, Atlético-MG e América-MG, mas isso é teoria. Então, nós queremos pontuar, vencemos na primeira rodada, e assim queremos manter. Temos que vencer os jogos como mandante, isso é interessante para classificarmos entre os quatro", afirmou Ricardinho.