Tamanho do texto

"O que pesa é que a gente se deixa levar pela ansiedade na hora de concluir os lances", disse o meia

Com o empate sem gols diante do América-MG , na noite desta quinta-feira, o Bahia chegou à sua sexta igualdade no estádio de Pituaçu neste Campeonato Brasileiro. Mesmo tendo saído da zona de rebaixamento da competição com o ponto conquistado, os atletas lamentaram perder outra oportunidade de vencer diante de sua torcida.

Para o meia Ricardinho, a ansiedade da equipe em tentar marcar logo o gol acabou atrapalhando o Tricolor. "O que pesa é que a gente se deixa levar pela ansiedade na hora de concluir os lances. Às vezes tentamos uma jogada individual, o que é normal, mas a ânsia de tentar fazer aquilo dar certo acaba fazendo com que a gente erre", afirmou.

Segundo o jogador, a juventude de alguns atletas é o grande motivo da tal ansiedade ficar ainda mais influente no elenco. "Temos muitos jogadores jovens e, às vezes, é por isso que acontece essa situação", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.