Ex-técnico da França chamou seus antigos comandados de "garotos mal-educados e inconscientes"

Nesta semana, o ex-técnico francês Raymond Domenech concedeu entrevista ao jornal "L'Express" e falou sobre o motim da Copa do Mundo da África do Sul, chamando seus jogadores de "um bando de garotos mal-educados e inconscientes". O meia Franck Ribéry , um dos líderes do elenco no Mundial de 2010, não gostou das críticas de seu ex-chefe e as rebateu.

"Não sei por que ele disse essas coisas. Eu acho uma vergonha. A Copa do Mundo já passou e eu não quero mais falar sobre Domenech. Na África do Sul, ele não falou conosco. Deveria ter feito isso imediatamente, não apenas agora. Deveria ter dito isso na nossa cara", disparou ao "L'Equipe".

Fora da seleção francesa por lesão, Ribéry já está recuperado e quer voltar a utilizar a camiseta azul, embora não seja bem visto na França neste momento, pois se envolveu com um caso de pedofilia pouco antes do Mundial. "Estou muito motivado para voltar a jogar pela seleção com uma nova comissão técnica", comentou.

Os franceses se recusaram a treinar depois que Domenech afastou o atacante Nicolas Anelka, com quem trocou xingamentos. No grupo A da Copa, a seleção ficou em último, com apenas um ponto, atrás de Uruguai, México e África do Sul.

    Leia tudo sobre: Bayern de Munique
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.