Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Rhodolfo projeta duelo difícil em "final" no Sul, mas quer vencer

Defensor ressaltou a boa campanha do São Paulo fora de casa. O time já jogou seis vezes, tendo vencido em quatro oportunidades

Mário André Monteiro, iG São Paulo |

Vencer ou vencer. É com esse pensamento que o zagueiro Rhodolfo entrará em campo contra o Coritiba , nesta quarta-feira, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar de jogar fora de casa, o camisa 4 sabe que o São Paulo tem uma boa campanha como visitante e espera conseguir os três pontos no "caldeirão" que é o Couto Pereira.

Vipcomm
Rhodolfo, zagueiro do São Paulo
Siga o iG São Paulo no Twitter

"Estamos bem fora de casa, estamos mostrado isso. Contra o Inter marcamos bem e saímos para o ataque. Em Curitiba é um campo grande, a torcida vai lotar o estário, vai ser um jogo de final e vamos entrar ligados do começo ao fim para trazer um bom resultado. Vamos respeitar a tradição do Coritiba, mas o intuito é de vencer", disse Rhodolfo

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e convide seus amigos

Longe da torcida, o time do Morumbi já atuou seis vezes dentro do torneio nacional, com quatro vitórias e apenas duas derrotas. Fora de casa, o time venceu Ceará, Atlético-MG, Inter e Fluminense. Foi derrotado nos jogos contra Corinthians e Flamengo. 

"Todos os times têm qualidade, já joguei várias vezes com os jogadores do Coritiba, são rápidos do meio para frente e eles jogam muito pelo lado do campo. A bola parada também é boa, temos que marcar eles e tentar fazer gols em bolas paradas também, estamos bem nesse quesito", avaliou Rhodolfo, exaltando o poderia ofensivo do Coritiba.

Logo depois do jogo contra o Atlético-GO, alguns jogadores reclamaram indiretamente dos outros, sem citar nomes, principalmente por conta das duas desatenções nos gols do rival. Dagoberto, por exemplo, ao ser questionado sobre as falhas do sistema defensivo, desabafou. "Acho que não sou a pessoa mais exata paa te responder. Se eu peidar aqui, é polêmico", disse no sábado.

Sem polemizar sobre as declarações do camisa 25, Rhodolfo disse que entende que o calor do jogo propicia esse tipo de atitude, e não polemizou. "É o nervosismo do jogo, sai todo mundo louco de raiva. É normal a gente sair meio exaltado, mas todos são amigos aqui, um grupo fechado e vamos seguir juntos. Tenho certeza que ele (Dagoberto) não quis criticar ninguém. Temos que ter mais concentração e não levar mais esses gols", finalizou.

Com dois cartões amarelos, Rhodolfo entra em campo contra os paranaenses pendurado, assim como o próprio Dagoberto e Carlinhos Paraíba.

Leia tudo sobre: São PauloBrasileirão 2011Rhodolfo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG