Segundo meia santista, Vinícius Furlan se dirigiu de forma desrespeitosa a ele várias vezes contra o Palmeiras

O Santos foi derrotado pelo Palmeiras , neste domingo, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Paulista, mas para o meia Elano , além do resultado negativo do clássico, a conduta do árbitro da partida, Vinícius Furlan, foi um dos piores pontos no duelo entre os dois rivais.

Segundo o meia santista, o juiz se dirigiu de forma desrespeitosa a ele, por várias vezes, no decorrer do jogo. "Não vou entrar em discussão se ele prejudicou o Santos , pois isso cada time reclama, e nunca se chega a um acordo. O problema é a maneira como ele se comporta. Esse árbitro teve a mesma postura em uma outra partida nossa que ele apitou. Ele diz certas coisas irônicas, sendo que eu apenas havia feito perguntas a ele. Fui tratado como se estivesse ofendendo-o", afirmou.

Para Elano, Vinicius Furlan tem sido autoritário em relação a ele nas partidas do Peixe. "A TV só pega o que o jogador fala de ruim e o árbitro sempre se sai bem. No caso desse juiz, não foi nem que ele me ameaçou, foi falta de educação mesmo. Eu fui reclamar ontem (domingo) do meu lance com o Rivaldo (no começo do duelo), e perguntei se não tinha sido pênalti. Ele poderia ter dito que não foi porque ele não deu, mas preferiu falar um monte de besteiras", comentou.

Revoltado, o meia contou uma passagem com o mesmo árbitro, em outro jogo dos santistas. "Em outra partida, teve uma falta lateral e ele falou assim: "Dá para esperar, c... Deixa eu apitar a p... da falta". Eu disse para ele que precisava esperar quando a falta era frontal, na lateral não precisa, pois está na regra. Se ele achava que eu devia esperar, pedisse para voltar. Simples. São coisas que vão deixando você chateado, porque se você dá um empurrão nele e é expulso, você acaba sendo execrado por todos", disse.

Elano concluiu destacando que, apesar desse comportamento de Vinicius Furlan, existem árbitros que comandam os jogos sem maiores problemas. "Não estou generalizando, mas no caso especifico desse juiz, ele foi muito mal educado. Felizmente, existem juízes que sabem apitar normalmente, respeitando os atletas", encerrou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.