Zagueiro do Atlético-MG entrou na seleção principal, enquanto volante não quer ir para o Pan-Americano

Convocado por Mano Menezes mais uma vez , agora para o jogo contra a Argentina e os amistosos na América Central, o zagueiro Réver festejou a permanência na lista do técnico da seleção brasileira. Depois de passar por um momento ruim no Atlético-MG , perdendo a braçadeira de capitão e até mesmo ficado no banco de reservas, o zagueiro alvinegro volta a viver um bom momento.

Veja a classificação e a tabela de jogos do Brasileirão

Diante do Flamengo o camisa 5 teve outra grande atuação, o que ele espera levar para seleção brasileira e se manter por lá. “O Atlético teve um momento de oscilação, principalmente da minha parte, o que é normal. Mas graças a Deus estou voltando a fazer boas partidas, pelo lado pessoal eu fico muito feliz. Por outro lado fico muito triste pelo resultado não sair. O bom trabalho no Atlético tem o reconhecimento do Mano Menezes. Mais uma vez espero aproveitar as oportunidades e me firmar na seleção, para isso eu preciso dar o meu melhor no Atlético, vencer com o Atlético”.

Siga o Twitter do iG Atlético-MG e receba notícias do time em tempo real

Com a convocação, Réver vai desfalcar o Atlético-MG no clássico contra o América-MG , dia 8 de outubro. Como a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) alterou a data da partida contra o Santos , marcada agora para o dia 13, às 20h30, na Arena do Jacaré, é possível que o camisa 5 esteja em campo.

Soutto prefere o Atlético-MG

O volante Fillipe Soutto , de 20 anos, é cotado para defender a seleção brasileira nos jogos Pan-Americanos de Guadalajara, que vão ser realizados entre os dias 14 e 30 de outubro. Mais uma vez o time brasileiro vai ser comandado por Ney Franco, que foi campeão mundial sub-20 e gosta do volante atleticano. Caso seja convocado, Fillipe Soutto pode desfalcar o Atlético-MG por até seis rodadas. No entanto, diante da situação delicada do clube mineiro no Brasileirão, o camisa 25 disse que sua preferência é ficar na Cidade do Galo.

"A seleção é o objetivo de todo jogador de futebol, comigo não diferente. Mas na situação atual, com o Atlético muito complicado no campeonato, e com toda a minha humildade vou batalhar para tentar conquistar o objetivo do Atlético nesse momento, que é fugir da zona de rebaixamento. Claro que não posso atropelar ordens de ninguém, tenho de respeitar as ordens. Mas se for possível ficar no Atlético, vou ficar com a cabeça focada e confiante no que podemos apresentar daqui para frente".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.