Treinador, que revelou Breno no São Paulo em 2007, diz que foi precoce a ida do atleta para a Europa

O técnico Muricy Ramalho comentou sobre a situação do zagueiro Breno , do Bayern de Munique , da Alemanha. O treinador, que revelou o atleta no São Paulo em 2007, acredita que o fato do jogador ter saído muito cedo para o futebol europeu pode ter influenciado na prisão do jogador, que é acusado de ter incendiado a própria casa .

Breno surgiu no São Paulo e foi titular na conquista do Brasileiro de 2007
Gazeta Press
Breno surgiu no São Paulo e foi titular na conquista do Brasileiro de 2007

Para o treinador, a falta de carinho e o excesso de cobrança prejudicaram o jogador na Alemanha.

“Ele foi cedo demais para fora. No Brasil, o jogador está acostumado a ser cuidado. Os clubes agem como pais, tomam conta do garoto dentro e fora de campo. Lá na Europa, é diferente. Não tem carinho. Lá o clube paga o salário, tem que jogar, e é cobrado o tempo todo”, afirmou Muricy.

LEIA TAMBÉM: Alemães dizem que Breno estava bêbado no momento de incêndio

O treinador também explicou que Breno não causou problemas fora de campo quando jogava no São Paulo. Porém, ressaltou que a disciplina imposta pelo clube do Morumbi colabora para evitar problemas emocionais com jogadores.

Siga o Twitter do iG Santos e receba as notícias do time em tempo real

“Nunca teve nada no São Paulo. Aqui ele era diferente, a parte disciplinar do clube aqui é muito rígida, lá fora não. Nunca tive dúvidas do comportamento dele, aqui sempre foi normal”, disse Muricy.

O técnico santista aproveitou para criticar o clube alemão. Segundo Muricy, o zagueiro brasileiro foi muito pouco aproveitado no Bayern de Munique.

“Ele não conseguiu se adaptar bem ao estilo de jogo na Alemanha. Ele não joga, por isso não se adaptou. O menino sai sem base, sem experiência, com o lado intelectual não formado. Isso gera muita insegurança”, concluiu.

Entre para a Torcida Virtual do Santos e comente sobre a relação Muricy e Breno

    Leia tudo sobre: bayern de munique
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.