Tamanho do texto

Atacante Jairo, de 19 anos, disse que clube não quis sua permanência. Botafogo não se pronuncia

Divulgação/Agif
Jairo (à dir.) comemora gol pelas categorias de base do Botafogo
Capitão e vice-artilheiro do Botafogo com nove gols na conquista do Campeonato Carioca de Juniores, o atacante Jairo, de 19 anos, trocou o clube carioca pelo Internacional e será apresentado na nova equipe nesta segunda-feira. Apontado como uma das promessas da base do Botafogo, o jogador foi dispensado e revelou uma mágoa na saída do ex-clube.

Siga o iG Botafogo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

"Estou muito magoado. Não entendi o descaso da diretoria comigo. Tinha proposta de cinco clubes do Brasil, inclusive do Flamengo, e os diretores do Botafogo, simplesmente, fecharam os olhos. Só ouço coisas boas sobre o Inter. Estou feliz, pois enquanto o Botafogo fechou as portas, a diretoria do Inter abriu. Acredito que serei muito bem acolhido em Porto Alegre”, declarou o jogado, que ainda aparece na relação de atletas no site oficial do Botafogo.

Entre para a Torcida Virtual do Botafogo e convide seus amigos

Jairo foi revelado pelo Madureira e chegou ao Botafogo em 2010, com o valor dos direitos econômicos estipulado para compra. Após a conquista do estadual (título que o Botafogo não vencia há 10 anos), o atacante perdeu espaço no time titular e foi emprestado, em uma transferência que ele afirma ter sido feita sem suporte do time carioca.

"Fui emprestado ao Genk, da Bélgica, no mês passado, e viajei sem o menor suporte do Botafogo. Passei três dias sem ter aonde ficar, buscando casa de conhecidos. Foi a maior decepção da minha vida, pois eu estava bem no clube, como capitão e artilheiro, e esperava ter um futuro de muito sucesso. Agora é passado”, declarou Jairo.

O iG tentou entrar em contato com o gerente das categorias de base do Botafogo, Sidnei Loureiro, mas não conseguiu uma resposta. Ele viajou para a Espanha, acompanhado do presidente do clube, Maurício Assumpção, e do vice-presidente de patrimônio, Francisco Fonseca, para conhecer centros de treinamento de clubes europeus para aplicar no projeto na construção do CT de Marechal Hermes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.