Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Reunião entre Jobson e Botafogo é remarcada para segunda-feira

Atacante não compareceu no encontro com gerente de futebol, que passará medidas para recuperação

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

A reunião entre o atacante Jobson , seus representates e o gerente de futebol do Botafogo , Anderson Barros, foi remarcada para a próxima segunda-feira. O clube aguardava o jogador nesta terça-feira, em General Severiano, mas a data foi adiada pelo seu representante, Antenor Joaquim, já que Jobson foi para sua cidade natal, em Conceição do Araguai, no Pará.

Siga o iG Botafogo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

O Botafogo tem uma lista de exigências para que Jobson se recupere e possa ter uma nova chance em março de 2012, quando a pena aplicada pelo CAS (Corte Arbitral do Esporte) vencerá. O representante do jogador, Antenor Joaquim, se encontrou com Anderson Barros, mas ouviu que o clube quer a presença de Jobson no encontro.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O atacante ainda tem contrato de empréstimo com o Bahia em vigor e o time carioca espera a recisão para conversar com o jogador. O diretor de futebol do clube baiano, Paulo Angioni, já declarou que o fim do vínculo depende apenas da assinatura do jogador, já que o time baiano e a equipe carioca já entraram em acordo.

Entre para a Torcida Virtual do Botafogo e convide seus amigos

No treinamento desta terça-feira, o presidente do Botafogo, Maurício Assumpção, conversou com os atletas no centro do gramado durante aproximadamente 20 minutos. Ele estava acompanhado do gerente de futebol Anderson Barros e do técnico Caio Júnior. Ambos assistiram o coletivo entre titulares e reservas.

Jobson foi punido por mais seis meses pelo CAS , em setembro, pelo doping comprovado na reta final do Campeonato Brasileiro de 2009, quando atuava pelo Botafogo. Ele havia recebido uma punição de seis meses do STJD (Supremo Tribunal de Justiça Desportiva), mas a Wada (Agência Mundial Antidoping) entrou no CAS para aumentar a punição do jogador.

Leia tudo sobre: BotafogoBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG