Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Reservas do Flamengo ficam no empate sem gols com o Olaria

Resultado deixa a equipe com cinco pontos ganhos em três partidas disputadas na Taça Guanabara

Gazeta |

Em jogo fraco tecnicamente, os reservas do Flamengo tropeçaram mais uma vez na Taça Guanabara e ficaram no empate sem gols com o Olaria, nesta sexta-feira, no Engenhão. Após dominar o primeiro tempo, o Flamengo sofreu com o adversário na etapa final e por pouco não saiu de campo com a derrota.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Com o resultado, o Fla chegou a cinco pontos no grupo A da Taça Guanabara e termina a terceira rodada na liderança por conta do saldo de gols. Já o Olaria conquistou seu primeiro ponto no campeonato, mas segue na lanterna.

Confira a classificação da Taça Guanabara

Na próxima rodada, o Flamengo contará com a volta dos titulares para o clássico contra o Botafogo, no Engenhão, neste domingo. No mesmo dia, o Olaria vai receber o Madureira na Rua Bariri.

O jogo

Com o calor forte no Engenhão, a partida começou em ritmo lento. Nos primeiros minutos, o Flamengo chegou com perigo somente em lances de bola parada. Aos seis, Adryan cobrou falta a direita de Wanderson. Já aos 19, foi a vez de Lucas bater falta e contar com o desvio da barreira. No entanto, a bola passou por cima do gol de Vanderson.

Leia também: Entre milagres e vexames, Joel Santana fez história no Flamengo

O Olaria tentava equilibrar o confronto, mas pecava pela falta de qualidade da equipe. Os visitantes só incomodaram aos 23, quando David arriscou de longe e Paulo Victor defendeu em dois tempos.

O Flamengo dominava o jogo, tendo a posse de bola, mas sofria com a forte marcação do Olaria. Um bom lance da equipe aconteceu aos 33 minutos. Thomás tocou para Maldonado na entrada da área e o chileno finalizou a esquerda do gol. Três minutos depois, foi a vez de Lorram arriscar de longe e obrigar Wanderson a fazer grande defesa.

Antes do intervalo, o panorama do confronto seguiu o mesmo. O Flamengo ainda buscou abrir o placar, mas acabou parando na retranca feita pelo Olaria, que apenas avançava nos contra-ataques.

Veja ainda: Luxemburgo diz que sofreu fritura parecida com a de Zico no Flamengo

O segundo tempo começou movimentado, com as duas equipes buscando o ataque. A primeira boa chance foi do Flamengo, logo com três minutos. No entanto, Lorran não aproveitou a bobrada na zaga. A resposta do Olaria veio no lance seguinte.

Araruama chutou da entrada da área e a bola bateu na rede pelo lado de fora. A oportunidade animou o Olaria, que passou a levar perigo em diversos lances. Na principal delas, após cobrança de escanteio, Tiago apareceu sozinho, mas cabeceou por cima do gol de Paulo Victor.

Melhor em campo, o Olaria passou a dominar a partida e acertou a trave em duas oportunidades. Na primeira, Pedrinho tentou cruzar e acertou sem querer no travessão. Na segunda, Moisés cobrou falta na área e também acertou o travessão de Paulo Victor. O Flamengo errava muitos passes na saída de bola e não incomodava a zaga do time da Rua Bariri.

No entanto, aos poucos, o Flamengo conseguiu equilibrar o confronto, que ficou sendo disputado de forma aberta, com as duas equipes focadas em buscar o gol. Só que pouco foi criado pelos jogadores pelos seguidos erros. Nos minutos finais, o Flamengo tentou impor uma pressão, mas acabou parando na defesa do Olaria e teve que se contentar com o empate.

FICHA TÉCNICA - FLAMENGO 0 X 0 OLARIA
Local: Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 3 de fevereiro de 2012 (Sexta-feira)
Horário: 17h(de Brasília)
Árbitro: Eduardo Cordeiro Guimarães (RJ)
Assistentes: Lilian Fernandes (RJ) e Andréa Izaura (RJ)
Cartões amarelos: João Filipe e Thomás (Flamengo); Juninho, Diego Macedo, Tiago, Vanilson e Amarildo (Olaria)

FLAMENGO: Paulo Victor, João Felipe, Marllon, Gustavo e Magal; Maldonado (Victor Hugo), Aírton, Adryan (Higuinho) e Lorran; Thomás e Lucas (Matheus)
Técnico: Jaime de Almeida (interino)

OLARIA: Wanderson, Ivan, Diego Macedo, Tiago e Amarildo; David, Araruama, Juninho (Moisés) e Pedrinho; Vanilson (Siston) e Claudir (Allan)
Técnico: Amilton Oliveira

Ajude a aumentar a torcida virtual do Flamengo

Leia tudo sobre: flamengoolariacampeonato carioca 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG