Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Rescisão de Ronaldinho com o Milan fica para quinta-feira

Anúncio será feito no Rio de Janeiro. Futuro do atleta também pode ser revelado após encontro com Galliani

Vicente Seda, iG Rio de Janeiro |

Empresário e irmão de Ronaldinho Gaúcho, Assis está no Rio de Janeiro onde se encontrou com o vice-presidente do Milan, Adriano Galliani. A reunião ocorreu no próprio no apartamento do dirigente italiano, na Avenida Delfim Moreira, no Leblon. Ronaldinho passou a noite de quarta-feira em Florianópolis. Nesta quinta, haverá outra reunião, agora com a presença do atleta, para formalizar a sua saída do Milan.

Como foi confirmado que Ronaldinho concederá uma entrevista coletiva após o encontro para rescisão com os italianos no Copacabana Palace, às 15h, a reunião pode ser seguida do tão esperado anúncio sobre onde Ronaldinho jogará na temporada 2011. Flamengo, Grêmio e Palmeiras estão no páreo. "Está quase tudo certo. Amanhã (quinta) vamos resolver a situação com o Milan e depois decidir o futuro clube do Ronaldinho Gaúcho", disse Assis ao deixar o apartamento do dirigente italiano. Desde quarta à noite, flamenguistas se organizam em redes de relacionamento para que a torcida compareça ao local para tentar sensibilizar o atleta.

AE
Reunião acontecerá no Copacabana Palace, no Rio de Janeiro
Antes da conversa com Galliani, Assis chegou a marcar uma reunião com o Palmeiras na quinta-feira. Segundo apurou o iG, o agente afirmou que estaria em São Paulo entre a noite desta quarta-feira e a manhã da próxima quinta-feira para membros que participam do negócio.

"Eles iam assinar a rescisão agora, mas ainda não assinaram. A reunião acabou de acabar e ele me ligou para dizer que vai fazer outra reunião amanhã no Rio de Janeiro. Não estou sabendo de coletiva. A princípio, ainda falaremos com ele amanhã", disse Roberto Tadeu, empresário que representa o Palmeiras na negociação com Ronaldinho.

A notícia surpreendeu a todos envolvidos na negociação pelo lado palmeirense. Depois de serem tomados pelo desânimo ao ficarem sabendo da notícia de que o Grêmio deveria anunciar o jogador nesta quinta-feira, os dirigentes tiveram sua esperança renovada.

No Grêmio, a negociação é dada como certa. O diretor do futebol do clube gaúcho, Antônio Vicente Martins, disse na tarde desta quarta que esperava anunciar o jogador até quinta (o que pode acontecer, apesar de a reunião estar marcada para o Rio de Janeiro).

"Estamos muito próximos de finalizar as conversas. Até quinta queremos comunicar a contratação. Será a maior do futebol brasileiro de todos os tempos”, disse o dirigente em entrevista coletiva no pátio do Estádio Olímpico, sob chuva em Porto Alegre, cercado por duas dezenas de repórteres.

No Rio, o Flamengo guarda uma carta na manga. Harrison Baptista, diretor de marketing do clube, é amigo de Assis e pode haver um encontro antes da reunião no Copacabana Palace. O fato não foi confirmado oficialmente, mas seria este o motivo do retorno às pressas do diretor, de férias nos Estados Unidos, ao Brasil.

Ronaldinho tem contrato com o Milan até junho de 2011, mas não quer permanecer na Itália. O Blackburn, da Inglaterra, demonstrou interesse, mas o atleta quer retornar ao Brasil. O Palmeiras fez uma ótima proposta financeira, mas o jogador é reticente quanto a morar em São Paulo. Gostaria de viver no Rio de Janeiro, mas a ligação com Porto Alegre, e com o Grêmio, pode pesar.

O fato de a revelação ser feito em solo carioca fez com que os flamenguistas que tratam do negócio se empolgassem. De domingo até esta quarta, diversos meios de comunicação anunciaram o atleta como certo em Grêmio e Flamengo e o diretor palmeirense Wladimir Pescarmona cravou o negócio com o Palmeiras, terça-feira. Nesta quinta enfim uma definição.

 

*Colaboraram Mário André Monteiro e Danilo Lavieri, iG São Paulo, e Hector Werlang, iG Porto Alegre

Leia tudo sobre: FlamengoGrêmioPalmeirasMilanRonaldinho Gaúcho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG