Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Repreendido e aplaudido, Bruno César tem 16min para mostrar serviço

Meia entrou no final da goleada sobre o Grêmio Prudente e teve tempo para dar assistência para o segundo gol de Liédson

Gazeta Esportiva |

Bruno César ainda luta para voltar a ser titular do Corinthians. O jogador, que perdeu a vaga no titular depois de fracas atuações no começo do ano, tem procurado aproveitar as chances quando entra em campo nas etapas finais das partidas. Na vitória deste sábado sobre o Grêmio Prudente, o meia atuou por 16 minutos e deu bela assistência para o quarto gol do time do Parque São Jorge.

Na subida ao gramado do Pacaembu para o início do jogo, ele se dirigiu ao banco de reservas acompanhado por Tite, com quem teve uma conversa ao pé do ouvido até se sentar. Encerrado o jogo, o treinador explicou que havia feito questão de puxar a orelha do jogador.

"Coloquei uma situação ali pessoalmente. O Bruno é um bom menino, um bom garoto, mas às vezes se perde em algumas coisas. Pedi, até falei com a assessoria de imprensa, que ele se desculpasse com os jogadores e o técnico do Santos por uma declaração (de que o Santos era freguês) que não precisava ter dado, e ele consentiu", disse o comandante corintiano.

Aos 30 minutos do segundo tempo, quando o Corinthians vencia por 3 a 0, Bruno César foi retirado do aquecimento e, bastante aplaudido pelos torcedores localizados nas cadeiras numeradas, atrás da comissão técnica, ouviu orientações e entrou no lugar de Jorge Henrique.

Com pouco tempo para mostrar serviço, o meia cobrou faltas sem pontaria, mas deu o passe para o gol de Liedson, o quarto e último do Corinthians na partida. "Fico feliz de estar voltando, de jogar bem, dar passe, isso é o que é mais importante", comemorou, ao fim do jogo. "Isso mostra que estou trabalhando, tentando voltar à minha forma física e à titularidade", emendou.

O atual dono da posição é Morais, que também deu passe para gol, o segundo do Corinthians diante do Grêmio Prudente, anotado por Dentinho. Enquanto Danilo tem ficado fora até mesmo do banco de reservas, a diretoria tenta a contratação de outro meia armador para o elenco.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG