Tamanho do texto

Cristian Ledesma, nascido na Argentina, deverá ser escalado como titular no meio de campo do time italiano

O técnico da Itália, Cesare Prandelli, montará para o amistoso desta quarta-feira contra a Romênia, na cidade austríaca de Klagenfurt, uma equipe repleta de novidades, entre elas o volante Cristian Ledesma, nascido na Argentina. O meia da Lazio deverá ser escalado como titular, assim como o seu companheiro de equipe, o meio-campista Stefano Mauri, e o volante Aquilani, da Juventus.

Outras novidades são os zagueiros Federico Balzarelli, do Palermo, Andrea Ranocchia, do Genoa e o atacante Alessandro Diamanti, do Brescia, todos, assim como Ledesma, convocados pela primeira vez.

Prandelli segue buscando seu ataque ideal, pois nos últimos jogos não pôde contar com o brasileiro naturalizado Amauri e com Mario Balotelli, do Manchester City, que estão lesionados.

Apesar dos altos e baixos após a última Copa do Mundo, a 'Azzurra' lidera o grupo C das Eliminatórias para a Eurocopa de 2012 de forma invicta, com três vitórias e um empate em quatro partidas.

Sem muita esperança e vivendo má fase, a Romênia, por sua vez, tem poucas expectativas acerca do confronto.

"Ninguém acredita em um resultado bom contra a Itália", disse o zagueiro Razvan Rat, do Shaktar Donetsk, em entrevista a uma rede de televisão, resumindo o estado de ânimo geral da equipe.

A equipe de Razvan Lucescu é a penúltima colocada do grupo D das Eliminatórias, atrás de equipes como Albânia e Belarus. Nem sequer uma potência mundial como a Itália conseguiu despertar o interesse dos torcedores romenos.

O atacante Bogdan Stancu será a peça-chave na parte ofensiva do time, já que Adrian Mutu, da Fiorentina, recupera a forma após nove meses de suspensão por consumo de substâncias proibidas.

Prováveis escalações:

Romênia: Tatarasanu; Sapunaru, Chivu, Gardos e Tamas; Tanase, Florescu, Alexa e Deac; Marica e Stancu. Técnico: Razvan Lucescu.

Itália: Viviano; Cassani, Bonucci, Ranocchia e Criscito; Aquilani, De Rossi (Ledesma) e Mauri; Rossi, Gilardino e Balotelli. Técnico: Cesare Prandelli.