Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

René traça meta para o Brasileirão, mas presidente pensa em 2012

Marcelo Guimarães Filho está preocupado com situação de jogadores que podem sair do Bahia

Gazeta |

A 13ª posição do Campeonato Brasileiro e principalmente a campanha do Bahia dentro do Estádio de Pituaçu, têm decepcionado o técnico René Simões, que traçou um planejamento para a sequência da competição.

Faltando quatro rodadas para o fim do primeiro turno, o treinador já começa a pensar onde seu time pode chegar, tanto que incentivou o capitão Titi a conversar com os companheiros após a derrota diante do São Paulo, por 3 a 0, na última quinta-feira.

Quando perguntado, René é simplório: "Temos que nos recuperar e sabemos onde chegar", garantiu o treinador, que também revelou insatisfação com a equipe jogando dentro de casa, já que até agora foram duas vitórias, uma derrota e quatro empates.

A intenção do time, que atualmente soma 18 pontos, é virar o turno com 25 e fazer pelo menos 50 até o final da competição, o que praticamente garantiria uma vaga na Copa Sul-americana de 2012.

Enquanto isso, o presidente do clube, Marcelo Guimarães Filho, em entrevista à TV Bandeirantes, já disse estar pensando na próxima temporada, pois o clube está prestes a perder o volante Marcone, que tem proposta do Stuttgart-ALE, e deve ter dificuldades para renovar o contrato do zagueiro Paulo Miranda, que pertence à Traffic e já teria sido procurado pela diretoria do São Paulo para 2012.

"Marcone tem uma história no Bahia. Acho que é momento oportuno para ele sair e respirar novos ares. Ele é um grande jogador. Já no meio, não temos ninguém que substitua Carlos Alberto e Ricardinho à altura. Tentamos o Morais, mas infelizmente não conseguimos. Estamos atentos ao mercado, mas não vamos contratar por contratar", garantiu o mandatário.

Leia tudo sobre: brasileirão 2012mercadobahia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG