Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

René pede time mais ativo e critica expulsão de Hélder

Técnico admitiu que precisa conversar com seu jogador por causa do cartão vermelho recebido no clássico

Gazeta |

O técnico René Simões encarou mais um duro baque na sua ainda curta passagem como técnico do Bahia. Após perder por 5 a 0 para o Atlético-PR no meio de semana e ser eliminado da Copa do Brasil, foi derrotado pelo Vitória por 1 a 0, neste domingo, e viu o rival ampliar ainda mais a vantagem na semifinal do Estadual. Agora, os rubro-negros podem até perder por um gol no Barradão que estarão na final.

Para o treinador, o que mais prejudicou o time foi a expulsão de Hélder. "Achei que as melhores chances do primeiro tempo foram nossas. Aí, logo no início do segundo tempo, não podemos admitir perder um jogador. Logo um jogador que vinha crescendo, melhorando no time. Temos que conversar com ele", comentou.

Segundo o comandante, o gol feito por Geovanni, de falta, logo no começo do jogo, era indefensável. "O caso de hoje foi uma bola parada diferente. Onde o Geovanni colocou a bola, não tinha goleiro que pegava. Agora, acho que fizemos uma falta desnecessária", analisou, já vislumbrando a semana que terá pela frente, e falou o que deve mudar na atitude dos tricolores.

"Teremos uma semana concentrados no próximo clássico. Já teremos treinamento em tempo integral na terça, isso vai dar novas pernas à equipe e teremos um time mais ativo na próxima partida. Acho nosso time passivo em algumas ocasiões, queria um time mais ativo, com mais vontade de decidir a jogada", finalizou.

Leia tudo sobre: rené simõesbahiavitóriacampeonato baiano 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG