Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Renato vira espião do Flamengo para segurar Marcos Assunção

Jogadores foram companheiros nos Emirados Árabes e vão se enfrentar quarta-feira, às 21h50, no Pacaembu

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

Alexandre Vidal/Fla Imagem
Renato é uma arma do Fla nas jogadas de bola parada
As jogadas de bola parada são uma arma para todos os times do mundo. Renato sempre se valeu das cobranças de falta para fazer gols, especialmente com a camisa do Flamengo. Nesta quarta-feira, às 21h50, contra o Palmeiras, terá um duelo contra um ex-companheiro: Marcos Assunção e poderá atuar como espião a favor do técnico Vanderlei Luxemburgo. Eles atuaram juntos no Al Shabbab, dos Emirados Árabes, onde foram vice-campeões nacionais.

iG Flamengo no Twitter: saiba tudo sobre seu time

“Jogamos um ano juntos. Criamos um ambiente muito legal. Nossa arma era a jogada de bola parada, tanto com ele quanto comigo. Sabemos que o Marcos é perigoso e a equipe pode tirar proveito disso. O Palmeiras resolveu muitos jogos assim. Vamos procurar analisar bem para não tomar gol”, disse Renato, que sabe o segredo para desconcentrar Assunção. “Mas não conto”.

Entre para a Torcida Virtual do seu time e convide seus amigos

Nos Emirados Árabes, Marcos Assunção se saiu melhor, segundo o próprio Renato. O volante do Palmeiras marcou mais gols e acabou sendo mais decisivo defendendo o Al Shabbab. No Pacaembu, o meia do Flamengo espera sair de campo vitorioso.

“Ele cobrava as faltas mais próximas e então tinha mais oportunidades de fazer gol. As minhas cobranças eram mais distantes. A gente também se revezava nos cruzamentos e cobranças de escanteios”, contou Renato.

No confronto com o Palmeiras, o Flamengo precisa vencer para recuperar a vice-liderança do Campeonato Brasileiro. O time está na terceira colocação, dois pontos atrás do São Paulo e a seis do Corinthians.
 

Leia tudo sobre: FlamengoBrasileirão 2011Palmeiras

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG