Meia minimiza punição ao colega e destaca união dos jogadores do Fla para manter concentração contra o Bahia

Um dos jogadores mais experientes do grupo, o meia Renato procurou entender a punição recebida pelo volante Willians , que está fora do jogo do Bahia, domingo, em Salvador, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, por causa de uma cotovelada em Negueba no treinamento de quarta-feira. Ele classificou a relação entre o jogador e o técnico Vanderlei Luxemburgo como "de pai e filho."

iG Flamengo no Twitter: saiba tudo sobre seu time

“Se a minha filha erra e eu aplico alguma punição, é porque gosto dela, tenho carinho e quero que ela acerte. O Luxemburgo fez a mesma coisa com o Willians. Eles estão sempre conversando. Não cabe a mim decidir. É algo que o comandante deve resolver. Ele vai fazer falta no jogo, mas é uma posição do treinador”, afirmou Renato.

Entre para a Torcida Virtual do Flamengo e convide seus amigos

Nos últimos jogos, Willians e Renato têm formado a dupla de volantes do time. Contra o Bahia, Fernando deve ser o escolhido para a vaga aberta no time. Luxemburgo deve comandar mais um treinamento coletivo antes da viagem para Salvador, sábado. A expectativa é de que o problema não tenha influência no desempenho do time em campo.

“Nunca participei de um ambiente tão bom como esse”, afirmou Renato. “Temos de manter o foco no jogo com o Bahia. Somos uma família e todas têm os seus problemas. Não vai ser a última vez que aconteceu algo do tipo no futebol”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.