Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Renato se contenta com empate e diz que Fla briga por Libertadores

Após o resultado de 1 a 1 contra o Palmeiras, meio-campista disse que o importante é não perder

Gazeta |

null

Futura Press
Thiago Neves comemora o único gol do Fla
Como o líder Corinthians foi derrotado pelo Botafogo, o Flamengo diminuiu de quatro para três pontos sua distância para a ponta do Campeonato Brasileiro ao empatar por 1 a 1 com o Palmeiras, no Engenhão, nesta quarta-feira à noite. A situação estaria melhor ainda em caso de vitória, mas o meia Renato Abreu acredita que o Fla não deve olhar apenas para cima.

"O Palmeiras conseguiu um empate que para eles foi bom e para nós foi ruim, porque estamos na briga pela Libertadores. O time brigou, lutou. O empate é ruim, mas somamos um ponto na tabela", disse o apoiador, seguindo pela mesma linha de raciocínio do técnico Vanderlei Luxemburgo. Para o comandante, o grupo precisa estar focado em se manter no G4 e só deve pensar em taça a poucas rodadas do fim, apenas se for possível.

Veja como ficou a tabela do Brasileirão

Com esse pensamento, Renato Abreu valorizou mais o ponto conquistado pelo Flamengo diante do Palmeiras do que os dois pontos que a equipe deixou de conquistar no Engenhão. "Todo mundo espera vencer todas. Nós estamos numa evolução muito boa, mas não vamos vencer todos os jogos. O importante é não perder, ir somando pontos".

O jogador acredita que o momento conturbado vivido pelos paulistas, que enfrentam turbulência pelos maus resultados no Brasileirão e por causa da agressão sofrida pelo volante João Vitor, terça-feira, influenciou no andamento da partida. Para Renato, o momento difícil fez com que os jogadores do Palmeiras jogassem mais focados e se superassem por um bom resultado.

"O Palmeiras tem uma grande história, o respeito por eles é grande pelo que já fizeram. Em momentos difíceis, o time grande se doa mais ainda. Hoje (quarta) isso foi nítido, eles correram o tempo todo, lutaram muito para empatar. É o futebol", acrescentou.

Leia tudo sobre: Flamengobrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG