Tamanho do texto

Após cinco meses, centroavante voltou a atuar por 90 minutos em vitória sobre São Luiz

Borges não jogava uma partida inteira desde o distante 8 de setembro de 2010, quando marcou gol na vitória por 2 a 0 do Grêmio sobre o Atlético-GO, no Olímpico, pelo Brasileirão. Cinco meses e um dia depois, o centroavante voltou a atuar por 90 minutos contra o São Luiz, quarta-feira à noite, pelo Gauchão 2011.

Borges (E) praticamente só treinou em 2011
Hector Werlang
Borges (E) praticamente só treinou em 2011

O tempo de inatividade foi o motivo para técnico Renato Gaúcho demonstrar cautela com o aproveitamento do jogador. Para o treinador, é preciso ter calma, caso contrário, há o risco de nova lesão.

“Vamos esperar a reavaliação do dia seguinte. Ainda está longe da qualidade que conhecemos, mas gosto muito dele. É um jogador importante”, disse Renato.

A recuperação da lesão na tíbia da perna esquerda, sofrida em 11 de setembro do ano passado, e da lesão muscular na coxa direita, diagnosticada durante a pré-temporada em janeiro, entusiasmou o jogador. Ele já havia entrado no segundo tempo da vitória sobre o Caxias, sábado. Para ele, a volta só não foi perfeita pois faltou gol.

“O zagueiro tirou na única oportunidade que tive”, lamentou.

Caso não sinta problemas físicos, Borges tem chances de atuar contra o Novo Hamburgo, domingo, para recuperar o ritmo de jogo. Ele deve brigar com André Lima por uma vaga de titular na Libertadores. Renato não descartou atuar com os dois centroavantes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.