Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Renato observa problemas no Flamengo 'dentro e fora de campo'

Desorganização foi a principal responsável por colocar o Flamengo em uma situação penosa nesta temporada

Gazeta Esportiva |

A desorganização foi a principal responsável por colocar o Flamengo em uma situação penosa em 2010, inclusive com o risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Em sua segunda passagem pelo Rubro-Negro, o meio-campista Renato aposta na união entre diretoria, comissão técnica e elenco para trazer uma nova realidade ao clube.

"Esse ano foram muitos problemas dentro e fora do campo, foram problemas em todos os setores", denunciou Renato. "Mas são coisas que acontecem, é um time de massa. Ano que vem o planejamento será diferente, vamos procurar ter uma meta para não ser surpreendidos no fim", afirmou o atleta, durante participação em jogo beneficente organizado por Marcos Assunção na cidade de Caieiras (SP).

Experiente, Renato evita polêmicas em uma época em que todos estão descansando no futebol. Desta forma, ele se esquiva ao ser questionado sobre a falta de experiência da presidente Patrícia Amorim, que cumpre seu primeiro mandato na Gávea.

"Nossa presidente é uma pessoa boa, tem coração grande, está conosco sempre que pode. Ela tem um planejamento bom, nosso treinador é a mesma coisa. É sentar, conversar, ver o que aconteceu de errado", destacou.

Aos 32 anos, Renato quer aproveitar o contrato de mais um ano com o Flamengo para proporcionar uma nova realidade aos torcedores. Em 2010, o atleta acredita que jogou abaixo da própria capacidade.

"Tenho contrato até dezembro de 2011, espero permanecer. Esse ano cheguei no meio da temporada, mas tivemos a sorte no fim para conseguir os pontos que precisávamos. Agora, a meta é começar o ano bem para terminar bem", aconselhou o meia.

Leia tudo sobre: Flamengorenatodesorganização

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG