Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Renato minimiza erros do Grêmio e exalta o resultado positivo

Goleiro Victor machucou o ombro e não deve enfrentar o Universidad Católica pela Copa Libertadores

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

nullO técnico Renato Gaúcho preferiu exaltar a vitória do Grêmio e ignorar os dois gols sofridos pelo time contra o Cruzeiro-RS. O treinador exaltou que algumas coisas precisam de correção, mas acha que a hora é de comemorar.

“O mais importante é comemorarmos a vitória. O Grêmio tomou dois gols, mas fez 3. Jogamos ofensivamente e buscamos o resultado o tempo todo. Falhamos, mas o mais importante é o resultado após os 90 minutos. Libertadores é ainda mais difícil e procuraremos errar o menos possível”, disse.

O treinador chegou a citar o Barcelona, dizendo que o clube espanhol é o melhor do mundo, mas também comete erros. O Grêmio fez 3 a 2 no Cruzeiro e garantiu a vaga na final do segundo turno estadual. Juventude x Inter se enfrentam no domingo para ver quem será o adversário.

“Não faz diferença. O Grêmio fez a parte dele, vamos ver quem fará a sua parte. Vai depender deles amanhã, pra mim tanto faz”, projetou.

Wesley Santos/Pressdigital
Renato: "O importante é o resultado final"
Caso vença também o segundo turno, o Grêmio será campeão gaúcho. Caso perca a decisão, terá a chance de disputar a final do campeonato em jogos de ida e volta. O foco agora é na Liberatdores. Terça-feira, às 19h30, o Universidad Católica visita o estádio Olímpico em jogo de ida das oitavas-de-final.

A grande preocupação é com Victor. O goleiro teve de ser substituído no primeiro tempo por causa de uma pancada no ombro. Ele será reavaliado pelos médicos, mas a suspeita é de luxação no local. A tendência é que Marcelo seja titular contra os chilenos.

“Precisamos esperar até amanhã para ver o que vai restar. Pode ter jogador que saiu inteiro do jogo e aparecer amanhã com dor. Conversaremos com os médicos para ver a situação dos jogadores. Esperamos não ter nenhuma surpresa”, finalizou Renato.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG