Após pedir demissão, treinador irá se despedir dos jogadores na tarde desta quinta-feira

Renato Gaúcho reclamou do árbitro no empate com o Avaí
AE
Renato Gaúcho reclamou do árbitro no empate com o Avaí
Com término previsto para as 14h desta quinta-feira, quando irá se despedir dos jogadores no Olímpico, o ciclo de Renato Gaúcho tem números positivos embora nenhum título tenha sido conquistado no Grêmio . Em 322 dias, o treinador comandou o time em 66 jogos com 34 vitórias, 16 empates e 16 derrotas – aproveitamento de 59,6%.

Entre para a Torcida Virtual do Grêmio e convide seus amigos

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

Renato foi apresentado em 12 de agosto de 2010. À época, com o time na 18º posição e na zona de rebaixamento do Brasileirão, o presidente Duda Kroeff demitiu Silas e apostou no ex-jogador e ídolo da torcida. A arrancada, a partir da 14º rodada, na qual o Grêmio tinha 12 pontos, foi espetacular.

Tudo começou no mesmo dia com derrota para o Goiás e eliminação na Copa Sul-Americana. Três dias depois, contra o mesmo adversário, porém, pelo campeonato nacional, venceu e rumou para a Libertadores: 26 jogos, 15 vitórias, seis empates e cinco derrotas, ou seja, 65,3% de aproveitamento. A classificação veio após vitória contra o Botafogo, na última rodada, e o título do Independente na Sul-Americana.

Em 2011, a boa campanha deu lugar à irregularidade. Foi eliminado nas oitavas de final da Libertadores , perdeu o Gauchão para o Internacional (ganhou o primeiro turno, a Taça Piratini) e não engrenou no Brasileirão – é o 13º colocado com oito pontos . Somou 40 jogos, 19 vitórias, dez empates, 11 derrotas e 55,8% de aproveitamento.

O último jogo, então, foi o empate para o Avaí. Partida que gerou vaias e protestos da torcida.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.