Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Renato Gaúcho fala em assumir o Flu e depois diz que era trote

Após vazamento de entrevista, treinador do Grêmio alegou ter feito brincadeira com jornalista Jorge Kajuru

iG Porto Alegre e iG Rio de Janeiro |

Renato Gaúcho provou nesta terça-feria ser uma figura foclórica do futebol brasileiro. Depois de admitir em entrevista ao jornalista Jorge Kajuru, do canal "Esporte Interativo", que poderia trocar o Grêmio pelo Fluminense, o treinador deu a sua versão para a história.

"Recebo sete, oito trotes por dia. Depois de cinco horas de voo, eu brinquei. Todo mundo brinca, não? Passei um (trote) hoje e me dei bem. O problema foi a malandragem. Isso se foi o Kajuru mesmo do outro lado (da linha)", explicou em entrevista à "Rádio Bandeirantes" ao deixar o hotel do Grêmio, em Lima, para comandar o treino.

A confusão envolvendo o técnico começou no início da tarde quando Jorge Kajuru divulgou uma conversa telefônica com Renato. Na conversa ocorrida enquanto Renato desembarcava em Lima após cinco horas de viagem, o ídolo gremista confirmou ter recebido um convite para substituir Muricy Ramalho, que pediu demissão, domingo, do Fluminense. O Grêmio joga quinta-feira contra o León de Huánaco, pela Copa Libertadores.

"Não te falei nada, mas a chance é grande. Tem chance, sim", disse Renato, que, em vão, pediu para sua declaração ficar em "off" (prática comum no jornalismo, quando a fonte da informação pede para não ter a identidade revelada).

A polêmica tomou conta da concentração gremista em Lima. A direção rapidamente se reuniu com o treinador. Ouviu a versão e o convocou a dar uma entrevista, antes do treino, para explicar o assunto.

"Não vou falar nada. O Renato conversará com vocês (jornalistas)", disse o diretor de futebol Antonio Vicente Martins antes de entrar no ônibus que levaria o Grêmio ao treino.

Empresário do treinador, Gerson Oldenburg teve trabalho no Twitter para responder às dezenas de mensagem de torcedores preocupados com a suposta saída de Renato do Grêmio. O representante assegurou não ter sido procurado pelo Fluminense:

"Das outras vezes que ele foi para lá, a negociação passou por mim. Não aconteceu nada agora".

O contrato de Renato com o Grêmio vai até 31 de dezembro de 2011. Não há multa rescisória.

Leia tudo sobre: FluminenseGrêmioRenato Gaúcho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG