Paulo Odone irá avaliar trabalho e deve anunciar saída do treinador do Grêmio nesta quinta-feira

Quando a crise parecia ter sido estancada, uma entrevista colocou em dúvida o futuro do Grêmio . Após o vice de futebol Antônio Vicente Martins garantir a permanência de Renato Gaúcho e o treinador fazer planos sobre a recuperação do time no Brasileirão, depois do empate com o Avaí , o presidente Paulo Odone surpreendeu: marcou uma reunião de avaliação do trabalho para a quinta-feira e não garantiu a permanência do técnico.

VEJA TAMBÉM: Irritado, Renato Gaúcho discute com jornalista durante coletiva

O discurso diferente tem explicação: o treinador colocou o cargo à disposição. De acordo com o "Sportv", Renato pediu demissão ainda no vestiário do Olímpico. Irá conceder entrevista coletiva nesta quinta após se despedir de jogadores e funcionários do clube.

Entre para a Torcida Virtual do Grêmio e convide seus amigos

“Não vamos tomar nenhuma medida hoje (quarta), assim, teremos o distanciamento crítico para examinar com frieza as medidas que tomaremos. Precisamos reverter esta trajetória. O torcedor quer que eu haja, então, não posso olhar a vaca ir para o brejo e deixar acontecer. Os últimos jogos foram ruins. Agora, o que faremos, fica para amanhã (quinta)”, disse Odone.

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

A condição de ídolo do atual comandante pesou na maneira de conduzir a provável saída: “Renato é um ídolo, um ídolo meu. É um ídolo para todos. Mas não é por isso que vai ficar cativo como técnico do Grêmio. Se ele vai ficar mais tempo, menos tempo, não vou me manifestar.”

Toda a direção está convocada para o encontro sem horário e local divulgados. Odone, insatisfeito com o jejum de quatro jogos sem vitória, poderá modificar ainda os integrantes do departamento de futebol. Vicente é assessorado por José Simões e César Cidade Dias.

Não é a primeira vez que o presidente tem discurso diferente do vice de futebol e do treinador. Vicente havia dito recentemente que Renato poderia ficar no Grêmio por longo período imitando Alex Ferguson, há 25 anos no Manchester United. E o técnico reclamou publicamente da falta de reforços.

A reapresentação dos jogadores está marcada para às 15h30min desta quinta. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.