Tamanho do texto

Em momento ruim no Grêmio, atacante pode estar de saída do clube depois de marcar dez gols na temporada

A passagem de Borges pelo Grêmio pode estar chegando ao fim. Após ser expulso contra o Universidad Católica (CHI), pela Libertadores, e perder um pênalti contra o Internacional , no Campeonato Gaúcho, o atacante recebeu um aviso do técnico Renato Gaúcho.

O tom do treinador do clube gaúcho é parecido ao registrado antes das dispensas do meia Souza e do atacante Leandro. Neste ano, ele já marcou 10 gols, mas a diretoria estuda reduzir o elenco de quase quarenta jogadores.

"Era necessário até agora, mas já não é mais. Eu me atraso, o clube se atrasa e a vida de alguns jogadores também. Para que ficar fora até de coletivo? Não vou dizer quem fica ou quem sai. Só depois do Gre-Nal. Mas eu lembro uma coisa: a última impressão é a que fica. Ninguém está descartado para sair", garantiu Renato.

Por enquanto, Borges continua nos planos para o clássico de domingo, o primeiro da decisão do Gaúchão, às 16h (horário de Brasília), no estádio Beira-Rio.

"Borges faz parte de um grupo e eu os protejo sempre. Falei antes do treino: todos têm que estar preparados para jogar, não tem cláusula alguma no contrato de ninguém dizendo que é titular. Atleta de futebol faz parte de um grupo", explicou.

O Campeonato Gaúcho termina no domingo que vem, 15 de maio, com o jogo de volta entre Grêmio e Internacional, no estádio Olímpico.