Tamanho do texto

Volante aposta nas chegadas suas ao ataque para surpreender as defesas adversárias

O volante Renato festejou nesta quarta-feira o fato de o técnico Oswaldo de Oliveira, que acaba de assumir o comando do Botafogo , ter dado liberdade a ele para poder chegar ao ataque com mais frequência nas partidas da equipe nesta temporada. O jogador sabe que precisa desempenhar a sua função defensiva, mas sempre teve vocação ofensiva nos clubes pelos quais passou e agora esperar poder aproveitar com sucesso essa sua característica.

"O Oswaldo me deu liberdade para chegar mais à frente, trocando de posição com o Andrezinho. No primeiro gol fui feliz porque o zagueiro nunca espera aquele homem que vem de trás", explicou Renato, falando sobre a boa jogada que realizou e resultou em um gol de Loco Abreu na vitória por 3 a 1 sobre o Resende, no último domingo, no Engenhão, na estreia do Campeonato Carioca.

No duelo, além de dar o passe para o gol do atacante uruguaio, Renato acertou uma bola na trave. E o atleta explica que as boas chegadas ao ataque são resultado de uma tática de se revezar na marcação defensiva com o meia Andrezinho. "Claro que tinha que voltar para a marcação para não deixar o Marcelo Mattos sozinho. Essa troca teremos nos jogos daqui pra frente, vem dando certo", completou.

E Renato revelou ter uma motivação extra para buscar os gols, ao mesmo tempo em que precisa se preocupar com a questão defensiva. "A intenção é sempre ajudar a equipe, mas se tiver a oportunidade vou estar arriscando para marcar. Não é o principal na minha posição, mas se puder vou tentar fazer. Meu filho sempre pede para fazer gol", reforçou.

Nesta quarta-feira pela manhã, Renato treinou junto com o restante do elenco botafoguense em atividade que serviu de preparação para o jogo do próximo domingo, contra o Nova Iguaçu, às 17 horas, em Moça Bonita, pela segunda rodada da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca.