Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Renato Cajá não treina e é dúvida do Botafogo na Copa do Brasil

Sentindo dores musculares, meia foi poupado da atividade, mas ainda não está descartado por Joel

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

Enquanto o desfalque do atacante Loco Abreu já é confirmado no Botafogo, o meia Renato Cajá se tornou dúvida de última hora para enfrentar o River Plate-SE, nesta quarta-feira, pela Copa do Brasil. O jogador sentiu dores musculares e foi poupado do treinamento desta terça-feira, em General Severiano. Sem confirmar a ausência de Cajá, o treinador Joel Santana usou a cautela e disse que irá esperar o jogador até momentos antes da partida. 

"Se o jogador não treinou na véspera do jogo, é claro que preocupa. Alguma coisa ele tem: ou dor de cabeça, caspa, unha encravada. Ele sentiu uma dor muscular e optamos por deixa-lo de fora do treinamento. Vou esperar, tomara que não seja nada grave e que ele possa jogar, mas vou me preparar para o caso de ele não poder entrar em campo", disse Joel Santana.

Caso Renato Cajá não tenha condições de atuar, Somália deve ser o titular no meio de campo. No lugar de Marcelo Mattos, que não entra em campo desde o dia 6 de fevereiro por uma inflamação na sola do pé direito, o técnico Joel Santana deve manter o volante Rodrigo Mancha entre os titulares. Já para a vaga do uruguaio Loco Abreu, que tem uma inflamação no nervo ciático, o jovem Caio deve receber uma chance na equipe, formando o ataque com Herrera.

"O Abreu é um jogador de área, com bom aproveitamento na bola aérea, chuta com as duas pernas, um finalizador que não se encontra com facilidade no mercado. Mas o Caio tem velocidade e confiamos nele, espero que ele entre bem e possa marcar os gols. É isso que eu espero", declarou o técnico Joel Santana.

Por ter perdido a primeira partida por 1 a 0, o Botafogo precisa vencer o jogo desta quarta-feira por dois ou mais gols de diferença. Se vencer por 1 a 0, a partida vai para os pênaltis. Em caso de vitória por 2 a 1 ou 3 a 2, por exemplo, o River passar para a segunda fase da Copa do Brasil pelo critério de gols marcados fora de casa.

 

Leia tudo sobre: botafogocopa do brasil 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG