Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Renato Cajá é punido na China por ignorar técnico

Meio-campista, ex-Grêmio e Botafogo, não cumprimentou treinador doGuangzhou após ser substituído

AE |

Photocamera
Cajá assinou por quatro anos com o Guangzhou
Recém-contratado, o meia Renato Cajá, ex-Botafogo, se envolveu em polêmica no futebol chinês e foi punido pela diretoria da sua equipe. O jogador brasileiro foi multado e suspenso por três partidas pelo Guangzhou Evergrande por ter ofendido o treinador e os torcedores do clube.

De acordo com o clube chinês, Renato Cajá foi punido por ter se recusado a cumprimentar o treinador e não ter saudado os torcedores após ser substituído durante o empate por 2 a 2 com o Beijing Guoan, domingo, em partida válida pelo Campeonato Chinês.

Além da suspensão, Renato Cajá terá US$ 20 mil (R$ 31,7 mil) descontados do seu salário e será multado em US$ 46 mil (R$ 72,8 mil). O meia brasileiro foi contratado pelo Guangzhou Evergrande do Botafogo em março por US$ 2,25 milhões (R$ 3,5 milhões) e assinou um contrato por quatro anos.

Leia tudo sobre: Futebol MundialChinaBotafogoRenato Cajá

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG