Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Renato Cajá diz estar ciente da responsabilidade no Botafogo

"Tenho um ano de contrato, ou eu vou bem ou vou embora. Cada jogo, é o da minha vida", disse o atleta

Gazeta |

Com as saídas de Lucio Flávio, Jobson, Edno e a contusão de Maicosuel, que deverá voltar aos gramados apenas em maio, coube ao meia Renato Cajá ser o responsável pela criação das jogadas do Botafogo. Ciente da responsabilidade, o meia acredita que poderá render bem com a camisa do clube carioca, mas sabe que se não tiver um bom desempenho perderá a vaga na equipe.

"É a oportunidade da minha vida. Tenho um ano de contrato, ou eu vou bem ou vou embora. Essa é a real. Cada jogo, cada treino, é o da minha vida", disse Cajá, revelando que ele mesmo se cobra pra poder mostrar um bom futebol.

"A pressão é minha mesmo. Sabemos que, no futebol de alto nível, se não tiver rendimento e produção, você fica para trás. Quero mostrar minha força, tentar me manter em um bom nível e ajudar o time. A torcida vai ver meu desejo de vitória e de ajudar a equipe", disse.

Um dos destaques do amistoso do último domingo, onde a equipe bateu o Democrata por 5 a 1, Renato Cajá ficou satisfeito com sua atuação. Autor de um gol na partida, o meia enfatizou que a vitória acabou trazendo tranquilidade para o início da equipe no Estadual.

"Gostei do jogo. O começo é sempre difícil na parte física, a perna pesa. Mas o time se portou bem em campo e fez os gols. É importante começar vencendo, com confiança. O amistoso serviu para pegarmos ritmo", finalizou

Leia tudo sobre: BotafogoRenato Cajá

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG