Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Renato Cajá cobra raça ao Botafogo na Copa do Brasil

Time carioca perdeu por 1 a 0 para o River Plate-SE e agora precisa reverter vantagem no Engenhão

AE |

A fase do Botafogo não é boa. Eliminado nas semifinais da Taça Guanabara pelo Flamengo, a equipe também se complicou na Copa do Brasil com a derrota por 1 a 0 para o River Plate-SE, fora de casa. Para não ser eliminado prematuramente da competição, os jogadores prometem muita vontade em campo na partida de volta, nesta quarta-feira, no Engenhão.

"Temos que dar a nossa vida a cada jogo e lembrar as nossas origens. Precisamos ser guerreiros, fortes, voltar a nos entregar como no início do ano para conquistarmos títulos", declarou o meia Renato Cajá.

No último domingo, um grupo de cinco torcedores invadiu a sede do clube, xingou os jogadores e disparou alguns morteiros. Apesar dos mais criticados terem sido Alessandro e Somália, Renato também foi lembrado por ter perdido o último pênalti nas cobranças diante do Flamengo, que sacramentou a eliminação da equipe na semifinal da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca.

"A pressão que existe é nossa e dentro de campo. Trabalhamos e nos dedicamos por bons resultados, mas às vezes (eles) não acontecem. Temos autocrítica e vamos nos empenhar para dar a volta por cima", analisou o meia.

Leia tudo sobre: BotafogoCopa do Brasil 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG