Rodrigo Alvim foi vaiado na hora da substituição, quando deu lugar a Diego Maurício neste sábado

O meia Renato Abreu marcou o gol que deu início à vitória por 2 a 0 do Flamengo sobre o Duque de Caxias, neste sábado, e aproveitou sua boa atuação para defender o lateral esquerdo Rodrigo Alvim, que foi vaiado ao ser substituído por Diego Maurício.

"Dei um abraço nele na hora em que estava saindo, porque o pessoal está sempre tentando ajudar a equipe e acaba sofrendo críticas", afirmou o meia.

Renato Abreu reconhece que o Flamengo não esteve bem nos 45 minutos iniciais, mas valorizou a recuperação da equipe na etapa final.

"No primeiro tempo, não conseguimos tocar a bola e faltou paciência. Mas, no segundo, tocamos, tivemos paciência e eu consegui fazer o gol. Com isso, o outro time saiu para o ataque e deixou espaço para tocarmos mais, neutralizando o adversário. Com paciência, os gols saem naturalmente", concluiu.

Por causa da vitória, o Flamengo chegou à liderança provisória da Taça Rio, com 12 pontos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.