Meia acredita que, apesar da dificuldade, equipe carioca tem futebol para reverter resultado em Fortaleza

Renato acredita em vitória do Flamengo no Presidente Vargas, em Fortaleza
Vipcomm
Renato acredita em vitória do Flamengo no Presidente Vargas, em Fortaleza
O Flamengo tropeçou em casa contra o Ceará e ficou em situação difícil na busca do título da Copa do Brasil, objetivo da equipe no primeiro semestre para garantir presença na próxima Libertadores. Com a derrota, no Engenhão, por 2 a 1, a equipe carioca que vencer o Ceará por, pelo menos, 2 a 0, fora de casa, para conseguir a vaga para a semifinal. Para o meia Renato Abreu, o time vem atuando melhor nos confrontos fora do Rio de Janeiro e isso pode ser um fator positivo neste momento.

"Nossa equipe fora de casa, na Copa do Brasil, teve mais sucesso. Em dois jogos em casa não fomos tão bem, mas fora ganhamos. Não sabemos se vai acontecer novamente, mas o retrospecto é muito bom. Nossa equipe onde quer que vá leva torcedores. Vamos voltar ao Ceará pela terceira vez e a torcida vai nos apoiar", disse ao site do clube.

Renato Abreu rechaçou que o Flamengo tenha se abatido com o revés no Engenhão. Segundo o jogador, a equipe não teve uma atuação, mas todos estão focados no confronto de volta no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza.

"Afetar não vai afetar em nada. Até porque sabíamos que uma hora isso ia acontecer. Jogar em casa na Copa do Brasil, tomar gol e perder torna mais difícil ainda. O Ceará para mim fez um jogo retrancado, mais na defesa e conseguiu o objetivo. Nossa equipe não conseguiu jogar o melhor do nosso futebol. Como comentei no vestiário, nesse jogo que tivemos aqui no Engenhão foi o primeiro tempo da partida, ainda falta o outro", declarou.

O meia rubro-negro manteve a confiança e afirmou que o Flamengo tem totais condições de vencer a partida na casa do adversário.

"Da mesma maneira que eles conseguiram vencer aqui, nós vamos tentar uma grande vitória lá, sabemos que é complicado, temos de fazer 2 a 0. É um pouco difícil, mas nossa equipe está preparada. Tivemos um desgaste muito grande para conseguir o título carioca, agora é trabalhar e descansar. Vamos analisar o que fizemos de ruim e reverter a situação", comentou.

Renato Abreu ainda falou sobre estar atuando como segundo homem do meio-campo, ao lado de Willians. O jogador ressaltou que está se adaptando a posição e pretende arriscar os chutes de longa distância.

"A função é diferente daquilo que vinha acostumado a fazer. Se eu não estiver do lado do Willians ali fica uma situação complicada. A parte de armação fica por conta do Bottinelli, do Thiago, do Ronaldinho. Os chutes não apareceram porque não houve oportunidade. Mas se houver, vou conseguir chegar na frente e chutar", finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.